Seu gato pode ser bem mais neurótico do que você pensa que ele é. O T.O.C. (Transtorno Obsessivo Compulsivo) é um distúrbio psiquiátrico de ansiedade e ocorre nos seres humanos e em várias espécies de animais.

Este transtorno de comportamento é considerado multifatorial, pois diversos fatores podem desencadeá-lo: deixar o gatinho sozinho por muitos horas seguidas, mudança de casa, morte do dono ou de animais que conviviam com o gato na mesma casa. Comportamentos compulsivos são bastante comuns em gatos ansiosos.

A perseguição repetitiva da cauda e miados excessivos podem ser inofensivos a princípio, mas pode ser um sinal de que seu gato está sofrendo do transtorno. 

Mas também existem outros sintomas que indicam o problema: a tricotilomania (arrancar os pelos) ou tricotilofagia (arrancar e ingerir os pelos). Muitos donos só percebem que seus gatinhos possuem o problema quando a situação evolui para esses dois estágios.

Infelizmente, o T.O.C. é considerado uma doença crônica e incurável, mas as terapias complementares, especialmente a homeopatia, são uma excelente opção de tratamento, pois a sua medicação tem acesso ao emocional do animal. Enfim, qualidade de vida é fundamental para evitar o T.O.C.!

Mas antes de querer recorrer a qualquer medicação para o seu gato, converse com o veterinário sobre quais mudanças em sua rotina podem ser necessárias para melhorar a qualidade de vida do seu gatinho, porque a raiz dessa problema é a ansiedade. Fique mais tempo em casa, ou se não puder, aproveite ao máximo o tempo em que estiver com ele com muitas brincadeiras e afagos.

Também recomendamos que você se aprofunde no tema enriquecimento ambiental e procure aplicar algumas mudanças no ambiente do gato para torná-lo mais ativo.

Avalie essa notícia:

RuimRegularBomÓtimoExcelente
Loading...