Uma mulher do Canadá adquiriu pelo valor aproximado de R$ 2,4 mil, um gatinho que ela acreditava ser da raça Sphynx – a famosa raça de gatos que não possuem pelos.

Entretanto, alguns dias depois, ela percebeu que havia sido enganada: o gatinho comprado não era naturalmente careca, mas um felino sem raça definida que teve os pelos raspados.

A oferta do animal estava disponível em um classificado na internet, onde o vendedor dizia se tratar de um exemplar Sphynx. Ele era um gatinho minúsculo, com não mais que oito semanas de idade, e estava careca. Completamente sem pelos”, disse a JoAnne. “Parecia um Sphynx porque era muito, muito magro e seu rosto era muito angular”.



A farsa durou pouco tempo. Quando JoAnne levou o gatinho Vlad ao veterinário, ela descobriu que havia sido vítima de um golpe. O veterinário afirmou que o gatinho teve os pelos raspados ou depilados com algum creme que provocou algumas irritações em sua pele.

 Exemplares verdadeiros da raça Sphynx

 

“Eu pensei que ele estava chorando pela mãe, mas provavelmente estava com dor”, afirma JoAnne. A canadense compartilhou a histórias nas redes sociais e recebeu comentários de duas outras mulheres que haviam sido vítimas do mesmo golpe. JoAnne Dyck agora diz que aprendeu a lição e que nunca mais vai comprar animais sem conhecer seus criadores.

Infelizmente, esse tipo de crueldade contra os animais ainda se perpetua porque é uma prática financiada por pessoas que fazem qualquer coisa para adquirir um bichinho de raça. Se nos conscientizássemos mais da importância da adoção de inúmeros cães e gatos e outros animais abandonados, esse tipo de mercado negro deixaria de existir. Maus tratos contra os animais é crime, não deixe de denunciar.

Avalie essa notícia:

RuimRegularBomÓtimoExcelente
Loading...