Você certamente já ouviu do seu veterinário que é importante incentivar seu gato a ingerir água em quantidades adequadas.

Isso porque, assim como os humanos, a desidratação é muito prejudicial para eles. O consumo de água está diretamente ligado a funções essenciais do organismo como a digestão, a regulação da temperatura corporal, o controle da pressão arterial e a metabolização de toxinas.

Não importa a época do ano, se o gatinho fica sem acesso a água, a desidratação leva ao acúmulo de toxinas e isso pode ser perigoso.

Lembre-se que a dieta dos gatos é rica em proteína e são os rins os principais responsáveis pelo metabolismo desse nutriente.

Com a desidratação, há também a perda de minerais importantes para o bom funcionamento do organismo.

Por isso, separamos algumas dicas das boas pra você ajudar seu gato com esse hábito. Vamos lá:

1. Não deixe a água perto da ração

E a explicação é curiosa: na natureza, se há carcaça perto da água, grandes chances de ela estar contaminada. Isso significa que o seu gato pode associar a comida com a comida na natureza e, por puro instinto, não consumir água em quantidade suficiente.

2. Em vez de apenas repor, troque a água várias vezes por dia

Assim como os humanos, gatos curtem água fresquinha, então, se ela for trocada sempre, seu gatinho vai adorar beber cada vez mais água.

3. Os potes de água devem estar distribuídos em locais que o bichinho costuma circular

Se o pote de água estiver em um lugar meio isolado ou de difícil acesso, ele não vai beber. Se estiver nos locais preferidos da casa, sempre que ele passar por ela vai lembrar “opa, água”!

4. Invista em uma fonte de água corrente (ou tente fazer uma em casa)

Gatos simplesmente a-do-ram água corrente! A água corrente fica oxigenada e mais fresquinha.

5. Água perto do sol? Nem pensar!

Ninguém gosta de água quente, nem você nem seu gatinho. Sabe o ditado “sombra e água fresca”? Pois é! Preste atenção onde o sol bate na sua casa nas diferentes horas do dia e evite colocar o potinho de água nos lugares de muito sol.

6. Teste diferentes formatos de potes

Se você observar que o gatinho bebe mais nesse ou naquele potinho que tem um formato diferente, procure adaptar todos para esse formato favorito.

7. Mesma regra para diferentes materiais de potes

Porcelana e vidro são sempre os melhores. O plástico não é recomendado (e é o que a gente geralmente compra logo de cara). Fora que gatos adoram novidade, então a troca pode ser atrativa pra eles!

8. Dê alimentos molhados como a ração úmida

Por motivos óbvios, a ração seca não tem tanto líquido quanto a ração úmida, então vale oferecer os dois tipos de alimento para o seu gato.

9. Se cada cômodo da casa tiver um pote de água, melhor ainda

Vários potes de água espalhados facilitam a ingestão de água. Lembre-se: gatos são um pouquinho preguiçosos!

10. Espalhe cubinhos de gelo no pote de vez em quando

Especialmente em dias quentes, os cubos de gelo, além de refrescar, vão despertar a curiosidade e eles vão acabar bebendo água.

10. Espalhe cubinhos de gelo no pote de vez em quando

Especialmente em dias quentes, os cubos de gelo, além de refrescar, vão despertar a curiosidade e eles vão acabar bebendo água.

Assista ao vídeo a seguir para conhecer um pouco mais das fontes elétricas para gatos comercializadas na Loja Cat Club

Avalie essa notícia:

RuimRegularBomÓtimoExcelente
Loading...