Amizades verdadeiras permanecem para sempre. Nguhi, 23 anos, ganhou um gatinho quando tinha apenas nove anos de idade e resolveu chamá-lo de Pantera.

Ela amava tanto o gato, que o coração chegava a doer: “Eu adorava escrever cartinhas para o Pantera enquanto estava no colégio.” – disse ela.

Pantera viveu muitos anos com Nguhi e sua família, desde a infância dela até sua partida para faculdade, quando já era uma jovem adulta.

No entanto, durante esse tempo em que a moça esteve na faculdade, Pantera também foi embora de casa, e nunca mais voltou.

Foi bastante difícil para Nguhi superar o fato de que nunca mais poderia ver seu gatinho novamente. Entretanto, cinco anos depois, um gato parecido com Pantera apareceu na casa da família. Desconfiados, os pais de Nguhi fizeram uma inspeção completa no gatinho e descobriram que ele realmente era o Pantera, pois não tinha as garras das patas da frente!

O mais incrível disso tudo é a forma como o destino se encarregou de reaproximar o gato com sua antiga família! Acontece que depois que ele fugiu, Pantera foi levado para um abrigo numa cidade há 15 quilômetros de distância, onde foi adotado por uma mulher que resolveu doá-lo aos pais, que já eram vizinhos dos pais de Nguhi!!

Pantera se aproximou do mascote da sua antiga família, o husky siberiano chamado Trotsky, e assim ele foi descoberto!!

E a melhor parte é que enquanto Pantera vai continuar a morar na casa ao lado, e Nguhi sempre pode visitá-lo quantas vezes quiser, embora ela tenha que chamá-lo de Charlie, como foi batizado pelos novos donos.

“Eles são pessoas incríveis”, disse Nguhi acerca de seus vizinhos. “Eu espero que eles não fiquem chateados comigo vindo com muita frequência, mas agora que eu sei que ele está por perto, eu não vou perdê-lo de novo!”

Avalie essa notícia:

RuimRegularBomÓtimoExcelente
Loading...