Dando continuidade à série Gatos Trabalhadores, hoje vamos compartilhar com vocês a incrível história do Branquinho Duque, um lindo gatinho que vivia nas ruas com esporotricose e hoje está curado e é um profissional de sucesso! Quem nos enviou esse relato foi o próprio Branquinho…

Cheguei aqui na Pet dia 16/12/2016, magro e cheio de dodói. Pesava 2,5kg. Eu não consigo lembrar muita coisa da minha vidinha até o dia em que cheguei aqui. Minha humana diz que eu não devo ter tido muito amor e devo ter sofrido, por isso o esquecimento. 

Eu lembro de estar andando, cansado, estava muito calor e eu tinha fome e sede. Sentia dor porque tinha muitos machucados. Não sei sem se estava vagando sem rumo, se me largaram ou se fugi. Só lembro de ter visto uma humana e uma loja. Assim que ela me viu,  veio correndo e trouxe uma aguinha fresquinha e um pote cheio de comida! Bebi e comi até me fartar, mas estava assustado ainda, então eu fui embora.

No dia seguinte quando a humana voltou para a loja eu estava ali perto, e dessa vez resolvi me aventurar e entrar. Novamente me ofereceram água e comida. E apesar da minha aparência estranha e de meus machucados, eles não me rejeitaram. Brincaram comigo e me deixaram descansar ali. Foi então que comecei a acreditar na vida…

Facebook Branquinho Duque

E durante muitos dias foi assim… Eu aparecia, comia, brincava, descansava e ia embora. Até que um dia quando eles foram fechar, me agarrei com todas minhas força para não sair. Foi a forma que encontrei de dizer a eles que queria ficar e que precisava de ajuda. Era um dia chuvoso, e estava cansado de vagar. Eu só queria uma família e ficar bom. E não é que eles entenderam? Colocaram uma caixa de areia, comida e uns brinquedos, eu fui educado e tratei de usar! Ouvi eles dizerem que era final de ano…

No dia seguinte a loja não abriu, mesmo assim vieram me ver. Me deram comida, trocaram minha aguinha limparam minha caixinha de areia! Isso é muito importante humanos! Quando voltaram me levaram ao veterinário, um tio que me espetou, cutucou, fez exames…Estava muito fraquinho… E escutei falar que eu tinha um treco estranho aí, que hoje sei o nome, se chama ESPOROTRICOSE.

Mesmo assim não me abandonaram. Lembro de ter ouvido essa palavra antes. Minha humana acha que me abandonaram por causa disso. Muitos humanos se desfazem dos seus gatíneos porque falam muito mal dessa doença e por não se informarem direito. Bobagem! Sou a prova que tem cura sim, só precisa de cuidados e tratamento certo, e claro , paciência e dedicação!

Facebook Branquinho Duque

Meus humanos compraram um monte de balinhas que eles chama de “remédios ” e ” vitaminas” e passaram a me dar todos os dias. Claro que amei essa “balinhas” porque elas vinham cobertas dos melhores sachês !! Todos os dias como sachê! Amo!! Depois de apenas 2 meses minhas feridas já estavam fechando. Agora, fazem 5 meses que estou aqui, já estou pesando 5,300kg, tô um gordo! Minhas feridas fecharam, mas continuo tomando minhas “balinhas” por um tempo, ouvi dizer que é uma tal de manutenção!

Facebook Branquinho Duque

Ganhei um lar e um emprego! Agora sou gerente de qualidade aqui na loja e catmodel! Ajudo a divulgar os produtos da lojinha…hihihi. Os clientes me amam e recebo muitos elogios, porque viram como cheguei aqui…

Facebook Branquinho Duque

Sou grato por tudo que passei, aos meus humanos que me acolheram, e hoje sei o significado da palavra: AMOR! Quero poder ajudar outros gatíneos que passam pelo que passei, e ajudar os humanos a entenderem que essa tal de “ESPOROTRICOSE” tem cura, basta dedicação e amor. Que não abandonem seus bichinhos nas ruas, isso é muito triste e doloroso… E que CASTREM seus amiguinhos, para que eles cresçam fortes e saudáveis e que assim diminua o abandono…

Amo minha vidinha, sou um gatíneo muito feliz!” 

E aí, o que vocês acharam? Mais uma incrível trajetória de superação felina, não é mesmo? Nossos agradecimentos à Amanda Rosa, a mamãe humana do Branquinho, que entrou em contato conosco e nos possibilitou conhecer e compartilhar essa história com vocês! Até a próxima! 🙂

Avalie essa notícia:

RuimRegularBomÓtimoExcelente
Loading...