Apesar de nosso porte pequeno, nossa pouca força, não deixamos de ser parentes próximos de leões, o que já é suficiente para poder intimidar alguns humanos. Nosso instinto predatório ainda é dominante, temos muita energia acumulada. Por que você acha que dormimos tanto? Precisamos reservar energia. Nunca se sabe quando um perigo eminente pode surgir.

É por conta dessa força guardada que surgem os pulos repentinos, as escaladas em muros e a caça a insetos. Alguns podem considerar algumas de nossas ações como momentos de loucura e, realmente, podemos agir como loucos dependendo da situação. Um caso recente na Rússia foi de uma senhora tornada refém por dois dias por seu gatinho.

Segundo a mulher, o bichano passou a ter comportamentos agressivos. Até que no auge de seu estresse acabou obrigando-a a se abrigar na cozinha, não permitindo que a senhora saísse do local. Com o seu celular distante, o único jeito foi pedir socorro pela janela de seu apartamento, localizado em uma rua com pouca movimentação. Foram dois dias de tentativa de ajuda, quando finalmente conseguiu chamar a atenção de um transeunte, explicar a situação e conseguir a ajuda do serviço de emergência de Arkhangelsk. Foi necessário que os bombeiros arrombassem a porta de seu apartamento para resgatá-la.

O gato, por sua vez, foi capturado e colocado em uma caixa. Os bombeiros recomendaram uma visita ao veterinário para identificar as causas do surto. Situações como essa são raras, mas vale a importância de prestar atenção nos sinais que damos, como: miados em demasia e comportamentos fora do comum. Você não vai querer ficar sem acesso ao banheiro por tanto tempo como essa senhora.

Aurocat, líder suprema da dominação mundial felina.
Venha visitar nossa loja online e nos ajude a financiar nossa conquista.

Avalie essa notícia:

RuimRegularBomÓtimoExcelente
Loading...