Na noite de 23 de junho de 2016, em Cheongju, na Coreia do Sul, uma bolinha de pelos em péssimo estado foi encontrada por algumas pessoas em um beco escuro. Era um gatinho pequeno e branco. 

O bichano estava muito mal de saúde, podendo vir a morrer a qualquer momento. Ele estava desidratado, mal nutrido e completamente congelado. Foi logo encaminhado ao abrigo de animais, mas ali não havia muito para ser feito – o diagnóstico recebido foi que ele teria que ser sacrificado. Mas por obra do destino, uma jovem estava navegando no site do abrigo quando viu a foto do animalzinho e quase que instantaneamente se apaixonou por ele.  

Ela se dirigiu até o abrigo, mas recebeu um conselho devastador. Aconselharam-na a não adotar o gatinho, pois os custos do seu tratamento seriam altos e pelo estado em que ele se encontrava, o esforço não valeria à pena.

O pobrezinho já tinha uma infecção do trato respiratório, assim como outros problemas maiores de saúde. Mas a jovem foi teimosa e não quis desistir! Ela queria adotar o gatinho a qualquer custo, exatamente porque ele estava em más condições, pesando apenas 1,3 kg e tendo claramente sofrido muita dor. 

Determinada a ficar com o gato, a jovem foi consultar um veterinário confiável, que assegurou que o tratamento era bem simples e não tão caro. Imediatamente ela foi ao abrigo. Ela levou seu novo gato para casa e o deu-lhe o nome de “Jon Snow”, em homenagem ao famoso personagem da série Game of Thrones

Jon Snow finalmente recebeu o tratamento que tanto precisava. Durante cinco dias inteiros, foram realizados todos os cuidados, desde tratamento do pêlo, adestramento e até alimentação artificial. Foi quando um incidente dramático ocorreu: o gatinho vomitou sangue. Mas o competente corpo de especialistas fez o possível para estabilizar sua condição. Aos poucos, o tratamento fez efeito: Jon Snow começou a se recuperar – lentamente, mas de forma estável. 

A sorte de Jon Snow começou a mudar a partir do quarto dia: ele estava forte o bastante para explorar o que estava ao seu redor e brincar com sua mamãe. Todos ficaram impressionados com o seu progresso. No sexto dia ele finalmente pôde ir para casa. É difícil acreditar que ele estava tão perto de ser sacrificado, afinal, ele foi um guerreiro incrível e se transformou em um gato maravilhoso!

Veja as fotos da transformação de Jon Snow a seguir:

Ele ficou um gato magnífico não é mesmo?? Essa história nos lembra  acerca do que um pouco de amor pode fazer. Agora, esse lindo gatinho pode aproveitar sua nova vida, cheia de carinho, boa comida e uma mamãe apaixonada.

Avalie essa notícia:

RuimRegularBomÓtimoExcelente
Loading...
  • Niva

    Nossa, que lindo empenho e amor ?