Os bombeiros encontraram uma pequeno gatinho praticamente sem vida, sozinho. Eles trouxeram o bebê felino de três dias para o veterinário, mas seu prognóstico, infelizmente, foi sombrio. Todos acreditavam que ele não passaria daquela noite, mas ainda assim, decidiram lutar por sua vida.

O pequenino gatinho foi colocado em uma incubadora neonatal, onde a cada duas horas, uma moça bondosa verificava seu estado de saúde e o alimentava.

Durante a primeira semana, Ashely ficou acordada todas as noites para cuidar do gatinho. Seu maior medo era deparar com o corpinho do bichano rígido e sem vida na incubadora, mas felizmente, isso não aconteceu. O amor de todos pelo gatinho foi o que lhe deu forças para sobreviver!



Olha como ele chegou na clínica veterinária, tão pequenininho e quase sem respirar…

Mas foi se fortalecendo cada dia…

Depois de duas semanas de cuidados intensos, Ashely estava checando o gatinho quando de repente, ouviu seu miado primeira vez. Foi o som mais doce que lhe encheu de esperança! Logo seu ronron se tornou cada vez mais forte e começou a ressoar através da sala.

A mulher a chamou de Steph Purrrry porque ele ronrona o tempo todo. Steph alcançou notável crescimento  nas semanas seguintes. Ele já conseguia se alimentar bastante e estava crescendo…

O carinhoso e ronronento gatinho conquistou o coração de uma moça chamada Lisa Levy e agora, possui uma mamãe e uma casa só suas para sempre! Olha como ele ficou lindo:

Steph Purrrry também ganhou dois irmãos caninos bem felpudos e macios para dormir…

Eles já são super amigos…

Purrrry floresceu em um menino majestoso e bonito!

Avalie essa notícia:

RuimRegularBomÓtimoExcelente
Loading...