Os cães e gatos geralmente são curiosos e perseguem tudo aquilo que voa, e isso inclui os insetos. Em situações como essas, eles podem acabar sendo picados por abelhas ou vespas, por exemplo. O mais provável é que eles não sofram maiores consequências além de alguma dor ou uma pequena irritação por um curto período de tempo.

É preciso ficar atento se eles forem picados mais de uma vez, se a picada for dentro da boca ou se eles forem alérgicos ao veneno. Nesses casos, as consequências podem ser graves.

Cães e gatos geralmente são picados no focinho, que é uma zona muito sensível do corpo deles. Nesses casos, eles podem sentir bastante dor, mas é muito provável que não tenham muitos inconvenientes. O problema acontece quando o bichinho caça e morde a sua “presa”.

 

Está circulando na internet, uma série de fotos de cães e gatos inchadinhos após serem picados por abelha. Veja só como a aparência eles fica:

 

Que dózinha! Por isso, se você perceber no seu bichinho, qualquer um desses sintomas como inchaço, febre, diarréia, vômito, aumento da frequência cardíaca, tremores, imediatamente leve-o ao veterinário! Não tente resolver o problema sozinho, seja medicando ou tentando remover o ferrão por conta própria. 

O ferrão da abelha é dentado e se separa do corpo do inseto – causando sua morte – para ficar na pele do animal que foi picado. Os ferrões das vespas não são dentados, mas provocam mais dor. Além disso, esses insetos picam várias vezes quando se sentem atacados, por isso, podem provocar problemas de maior gravidade no seu animalzinho.

A única forma de prever estas situações é vigiar – especialmente os filhotes – quando estiverem brincando ou passeando ao ar livre, especialmente durante a primavera e verão, quando a circulação desses insetos é maior em áreas com bastante vegetação. 


Fique de olho no seu bichinho! Todo cuidado é pouco! 😉

Avalie essa notícia:

RuimRegularBomÓtimoExcelente
Loading...