Um filhote de cachorro minúsculo e de apenas alguns dias de vida foi resgatado, super carente de cuidados maternos e amor.
Sua própria mãe, por algum motivo não queria cuidar dele de jeito nenhum, e vivia tentando matá-lo. Em uma dessas tentativas, ela arrancou uma de suas patinhas, piorando ainda mais a situação do pequenino.
Foi quando ele foi resgatado e levado para finalmente receber cuidados e amor.
Foi batizado de Nicolas e adotado por dois gatos, que pareciam saber que ele precisava de bastante amor, e foi exatamente o que eles deram a ele.
Eles ficaram ao lado de Nicolas sempre que seus humanos o alimentavam, de 3 em 3 horas, e trocavam os curativos da ferida na pata todos os dias. Os gatos e Nicolas sempre acabavam aninhados um nos outros, com os gatos ronronando alto, como se o som do romrom pudesse curar o pequeno Nicolas.
E curou!
Com tanto amor e cuidados, Nicolas logo ficou forte e virou um belo cachorro, e o mais importante: muito amado!

ni1 ni2 ni3 ni4 ni5 ni6 ni7

 

Avalie essa notícia:

RuimRegularBomÓtimoExcelente
Loading...
  • Marcelo de Souza Alves

    Muito comovente!

  • Erica C Duarte

    Ele não podia ter sido adotado por cuidadores melhores. Gatos são m.a.r.a.v.i.l.h.o.s.o.s mesmoooo!!! Amoooo e felicidades a esta família inusitada e linda demais <3

  • Sergio Machado

    gato é tudo de bom!! só quem já conviveu pra saber .

  • Angela Castro

    Por isso eu não gosto de cachorros, eles surpreendem muito negativamente. Sempre tive mais confiança em gatos, eu tinha uma gata que ainda amamentava seus filhotes pequenos, um filhotinho um pouco menor que os filhotes dela foi abandonado perto da minha casa e eu o peguei, no começo a gata o rejeitou, e algumas horas depois ele estava mamando nela e ela lambendo ele.