É bastante comum em outros países, a cultura das pessoas deixarem seus gatinhos darem voltinhas pela vizinhança. Foi dessa maneira que o holandês Arkaitz Garro e sua esposa conheceram um gatinho que sempre ia visitá-los em sua casa.

“Vimos esse gato através da nossa varanda traseira há alguns anos atrás e não sabíamos se ele tinha uma casa ou se ele era um gato perdido. Então, em primeiro lugar, nos tornamos amigos do gato e publicamos fotos ao redor nosso bairro “

Então, o casal descobriu que o gato se chamava Bobis e possuía uma família muito amorosa que morava na mesma rua. Mas percebendo o carinho do gato pelo seu novo casal de amigos, seus donos permitiram que o bichano fosse visitá-los sempre que quisesse.

Sendo engenheiro de softwareGarro teve uma ideia muito interessante! Ele desenvolveu um equipamento com uma câmera, cuja programação detecta movimentos e faz o reconhecimento facial do gato toda vez em que chega para uma visitinha.

O engenheiro, que não possui portinha de gatos instalada em casa, está satisfeito com os resultados do equipamento! Se o software tiver certeza de que é o gato correto e não o gato do vizinho, ou qualquer outro animal, Garro e sua esposa recebem uma mensagem de texto no celular!

Toda a instalação custou apenas US$ 50 (cinquenta dólares) e levou algumas horas para ser montado. “É quase 100% confiável quando o Bobis está olhando a câmera”, disse o engenheiro.

Uma ideia genial, não é mesmo???  🙂

Avalie essa notícia:

RuimRegularBomÓtimoExcelente
Loading...