Essa é a história Mohammad Alaa Aljaleel, também conhecido como o “homem gato de Aleppo“, Síria. Apesar de toda a tragédia e devastação provocada pela guerra, Aljaleel decidiu permanecer na cidade para cuidar de centenas de gatos deixados para trás.

A cidade de Aleppo tem sido uma zona de guerra há pelo menos 4 anos e mais de 40mil pessoas já abandonaram a cidade para salvar suas vidas. Antes da guerra, ele era um eletricista, mas então, desde o início do conflito, ele conduz ambulâncias pela cidade, resgatando pessoas necessitadas e também se dedica aos cuidados de um santuário para gatos criados por ele mesmo.

Tudo começou com vinte gatinhos, mas agora há mais de cem. A pessoas deixaram os gatinhos sob os seus cuidados porque sabiam do seu amor pelos bichanos. Uma vez, uma menina aos prantos, chegou a Aljaleel com um gatinho, pedindo que cuidasse dele e que sempre enviasse fotos do gato, o que ele nunca deixou de fazer.

Para Aljaleel, abrir mão da sua própria segurança não é um sacrifício. “Alguém que tenha misericórdia em seus corações para os humanos tem piedade de todos os seres vivos”, diz ele.

Muito forte, não é mesmo? Esse homem merece ser recompensado por todo seu amor e coragem!

Avalie essa notícia:

RuimRegularBomÓtimoExcelente
Loading...