Essa história é a coisa mais linda que você vai ler hoje. Entre professores e alunos, um personagem inusitado passeia todos os dias pelos corredores e salas de aula do campus da FATEC Rubens Silva, no litorial de São Paulo: o gato Branco. O bichano pertence à uma vizinha da faculdade, e há 10 anos, é frequentador assíduo da instituição, conquistando o carinho de todos!

O gatinho praticamente trabalha, estuda e vive na faculdade. Ele ama interagir com as pessoas, deita nas mochilas dos alunos e entra nas salas para dar aula junto com os professores. Ele é cuidado por todos, além de receber muito carinho e comida. De fato, Branco é tão especial, que agora possui um cantinho próprio, com um sofá e uma almofada bordada com o nome dele.

Sua presença é tão assídua nas aulas, que ele ganhou vários prêmios, entre eles: “Melhor Aluno ADS 2011″, “Melhor Aluno Gestão 2012”, “Melhor Aluno SI 2013” e “Melhor Aluno Logística 2014”, todo publicados em sua página oficial no Facebook. A “Branco Fatec da Silva” possui mais de 20mil seguidores, e é alimentada diariamente com memes, fotos e vídeos das aventuras do gatinho pelo local.

Mas a história de Branco antes da FATEC já é bem especial também. Ele foi abandonado quando era apenas um filhote e foi resgatado por Fabiana Pimentel, sua dona. “Eu tive câncer de intestino, e o Branco foi meu grande companheiro de quimioterapia, ficava sempre do meu lado. Quando ele começou a ir para a Fatec, eu ia todo dia buscá-lo, porque sabia dos riscos que ele corria por estar na rua, mas ele insistia em ficar. Como o Branco foi muito bom para mim, a veterinária recomendou que eu não tirasse essa liberdade dele, porque ele gosta muito de lá,  foi o lugar que ele escolheu. Então ele passa o dia todo na Fatec, mas sempre volta para dormir em casa”, conta Fabiana

Aos finais de semana, com o campus da Faculdade vazio, Branco fica muito entendiado. Quando ele vai para a FATEC e percebe que não tem ninguém no local, ele volta para casa bastante rabugento. Ele sente saudades dos alunos e profissionais.

Os recém chegados logo se acostumam com o gato passeando pela faculdade. “Como ele tem a coleira com a identificação e o meu número de telefone, às vezes algum aluno novo vê ele por lá e me liga falando que encontrou um gatinho perdido, mas eu explico que se ele está na Fatec, ele está no lugar dele. Sou muito grata a todos da Fatec por terem aceito meu Branco por lá, pois sabemos que outros lugares não toleram, infelizmente”, conclui Fabiana.

Fonte: Notícias UOL

Avalie essa notícia:

RuimRegularBomÓtimoExcelente
Loading...