Quem é gateiro sabe sabe: a combinação entre gatos e sofás pode não ser das mais favoráveis. É provável que mais cedo ou mais tarde seu móvel termine em farrapos. Para que isso não aconteça na sua casa, nós selecionamos algumas dicas que podem literalmente salvar a sua casa das garras felinas! 

Identificar o arranhador ideal

Os gatos arranham por três razões basicamente: para afiar as garras, para marcar território (porque, ao arranhar, ele deixa seu cheiro no objeto) e para se alongar. Se não oferecemos um objeto que permita ao gato fazer essas coisas, ele vai acabar escolhendo os móveis e demais objetos do ambiente. Por isso, na hora de escolher o arranhador, avalie se o modelo irá atender a esses três aspectos. O mais importante é ir testando tipos diferentes para perceber com qual deles o seu gato mais se adapta.

Como ensinar a usar o arranhador

A maioria dos gatos aprendem sozinhos a utilizar o arranhador, afinal, o hábito de arranhar é ancestral e instintivo, mas em alguns casos, o felino pode precisar da nossa ajuda. Observe esses conselhos:

  • Onde colocar o arranhador: Se o seu gato parece ter um gosto especial em arranhar algum móvel ou sofá em concreto, esse será o local ideal para o colocar.
  • Incentivar o gato a utilizá-lo: Colocar uma bola, um espanador ou um rato pendurado no arranhador é uma boa forma de incentivar o seu felino a aproximar-se e a usar o novo objeto, pois irá despertar a sua curiosidade.

Foto reprodução loja Cat Club.

E se ele não quiser usar o arranhador?

Não se desespere! Às vezes o gato só precisa de um pouco mais de tempo para assimilar o objeto e corresponder a ele. Lembre-se que a formação de um hábito é gradual, mas existem alguns truques que podem agilizar o processo:

  • Impregne o arranhador com o seu cheiro: Esfregue uma roupa sua contra o arranhador para que o seu gato o sinta como algo seu e tenha o instinto natural de se esfregar contra ele.
  • O truque da erva para gatos: Se o seu gato parece gostar de catnip, não hesite em deixá-la perto do arranhador e inclusive esfregar a erva contra ele.
  • Junte-se à brincadeira: Brinque com o arranhador e com o gato ao mesmo tempo. Desta forma, não só estará passando um bom momento com ele, como também estimulando a usar o arranhador e a relacioná-lo de forma positiva.
  • Utilize o reforço positivo: Cada vez que seu gato se aproximar ou a afiar as unhas no arranhador, é importante felicitá-lo. Um pedaço de petisco, um pouco de sachê, umas carícias ou palavras amáveis serão mais que suficientes para que o seu gato entenda que isso lhe agrada.
  • Não o deixe arranhar os móveis: Se o seu gato ainda é filhote, ao vê-lo arranhado outro móvel, deve pegá-lo e levá-lo diretamente para o arranhador.
  • Utilize outro arranhador: Por vezes o próprio design do arranhador não é do gosto do gato. Nestes casos, uma ideia é fazer um arranhador que se possa juntar ao sofá para simular a mesma forma e evitar que estrague os seus móveis.

Assista ao vídeo e aprenda a fazer seu próprio arranhador:

 

Avalie essa notícia:

RuimRegularBomÓtimoExcelente
Loading...