Saber se a nossa gata está grávida pode ser algo complicado no início, mas mais evidente com o passar do tempo.

Por isso, vamos explicar os primeiros sintomas de gravidez em gatas, as mudanças de comportamento que pode passar e outros detalhes importantes a ter em conta.

Não se esqueça que durante todo este processo será muito importante a supervisão e o seguimento do veterinário, que nos assegurará o bom estado de saúde da gata e nos oferecerá conselhos para o cuidado e alimentação da gata gestante.

Continue lendo e descubra tudo o que precisa aprender de seguida, começando com os sintomas.

 

Sintomas da gestação de gatas

Antes de mais, é importante referir que os gatos são animais com uma grande capacidade reprodutiva. Costumam alcançar a maturidade sexual entre os 6 e os 9 meses, têm uma gravidez relativamente curta e podem ter vários cios na estação do ano mais propícia, que costuma ser no verão. O cio pode variar de um exemplar para outro, dependendo da sua idade, as condições ambientais ou o seu estado de saúde.

Uma gata grávida pode ter o cio?

Muitas pessoas, descartam desde logo a ideia de que a sua gata está grávida se virem que está no cio. No entanto, deve saber que as gatas podem estar grávidas e ter o cio até duas semanas depois da sua fecundação. Além disso, pode ser que em um mesmo cio a gata tenha estado com mais de um macho, o que teria como resultado uma ninhada de dois pais diferentes.

Como saber se uma gata está grávida?

Tal como acontece com todos os mamíferos, uma gata grávida passará por uma série de mudanças físicas importantes, que moldarão o seu corpo e a irão preparar para a chegada dos filhotes ao mundo. Os primeiros sintomas de gravidez na gata são:

  • Mamilos inchados
  • Mamilos rosados
  • Vagina inchada

A partir do primeiro mês de gravidez podemos começar a observar a saliência da barriga, que se irá tornando cada vez mais evidente. A partir deste momento, em que todos os sintomas lhe indiquem que a sua gata pode estar grávida, recomendamos que vá ao veterinário para confirmar e que siga as suas recomendações para uma boa saúde da futura mãe.

Comportamento de uma gata grávida

Além dos sintomas físicos mencionados anteriormente, a gata também sofre de uma mudança de comportamento durante a gravidez. É muito importante conhecê-la para respeitar a natureza deste momento e entender como deve agir.

Durante as primeiras semanas, a gata comerá de forma abundante, procurará repouso e tranquilidade, dar-lhe-à afeto e pode inclusive estar um pouco desorientada devido à nova situação. Neste momento é muito importante oferecer-lhe alimento de qualidade (específico para filhotes), um lugar confortável para descansar e todo o amor do mundo.

A partir de um mês de gravidez, quando a barriga começa a desenvolver-se, a gata vai começar progressivamente a comer menos. Isto porque a barriga pode começar a pressionar o seu estômago. Deve ajudá-la com alimento super nutritivo e criar um “ninho” onde ela costuma ter a cama. O ninho deve ser agradável, quente, com mantas e estar em um lugar afastado. Isso vai fazer com que comece a preparar-se para o parto e que se sinta confortável e protegida, imprescindível para o seu bem-estar e o dos filhotes.

Nas últimas etapas da gravidez, a gata pode começar a ficar mais rabugenta, especialmente com outros pets de casa ou do progenitor. Devemos respeitar o seu espaço e compreender que é um momento complicado para ela, que deve enfrentar com calma e serenidade.

Sangue, diarreia e outros sintomas de uma gravidez de risco

Como referimos no início, é extremamente importante consultar o veterinário uma vez que suspeite que a sua gata está grávida. Além de confirmar a gestação, o especialista irá revisar a mãe para ter a certeza que se encontra saudável e que não precisa de vitaminas ou medicação de nenhum tipo.

Durante a gravidez podem surgir problemas. Uma vez identificados, devemos consultar o veterinário o mais rápido possível pois a saúde dos pequenos ou da mãe poderiam estar em risco. Os sintomas mais habituais que nos avisam são:

  • Sangramento anormal
  • Aborto dos filhotes
  • Vômitos
  • Diarreia
  • Mal-estar
  • Perda de peso
  • Desmaios
  • Inatividade

Uma vez confirmada a gravidez e a boa saúde da mãe, é hora de começar a trabalhar para ela ter a melhor gestação possível. Saber todos os detalhes da gestação da gata será fundamental para que a sua gata tenha, no futuro filhotes saudáveis e bonitos.

Lembre-se que os filhotes vão precisar de lares responsáveis para viverem felizes na sua etapa adulta, pelo que deve perder o tempo necessário a encontrar uma família adequada. Também é importante referir que se a gravidez da sua gata não foi planejada deverá se inteirar dos benefícios de castrar um gato!

Avalie essa notícia:

RuimRegularBomÓtimoExcelente
Loading...