Infelizmente, alguns humanos perpetuam a ideia de que existe uma “rincha” entre cães e gatos. Como se houvesse uma guerra civil entre aqueles que são “time gatos” e “time cães”, por fora, existem os humanos sensatos, que amam tanto um quanto o outro igualmente. Por ser uma gatinha que convive com 3 cães em casa, posso confirmar que podemos sim ser amigos.

E, para comprovar meu argumento, tenho como exemplo o que aconteceu na Ucrânia, na última semana. Um incêndio atingiu a cidade de Donetsk, em uma empresa de defesa. O estrago foi tanto que o fogo acabou se espalhando para as casas mais próximas do estabelecimento, obrigando os moradores a abandonarem suas casas o mais rápido possível. A correria só possibilitou pegar alguns itens de valor e os animais de estimação.

Um dos moradores, o médico Higor Kampusch, que possuía um cão e um gato ainda filhote, não conseguiu encontrar o bichano. Kampusch foi obrigado a sair da casa apenas com o cachorro. No entanto, o doguinho sentiu a falta do amigo felino, não pode evitar e entrou correndo na casa em chamas. Seu humano ficou desesperado e ao mesmo tempo preocupado com o rumo que levaria a vida de seus pets.

De repente, o médico viu a silhueta de seu amigo saindo das lavaredas. Ao se aproximar mais do animal, ficou surpreso ao perceber que o gatinho estava em sua boca. Foi um alívio encontrar seus amigos com vida. O bichano ainda era muito novo, não iria conseguir sair sozinho de casa.

O cachorro, sozinho, conseguiu resgatar seu amigo. Um ato heroico, mas de muito risco. Mais uma vez os animais unidos conseguem quebrar estereótipos que estão apenas na cabeça de alguns humanos.

Aurocat, líder suprema da dominação mundial felina.
Venha visitar nossa loja online e nos ajude a financiar nossa conquista.

Avalie essa notícia:

RuimRegularBomÓtimoExcelente
Loading...