Uma senhorinha e sua amada gata Gabby passaram mais de uma década juntas. Essa amizade foi tão forte que elas partiram desta vida com poucas horas de diferença uma da outra.

Elas foram inseparáveis do início até o fim.

Gabby tinha dois anos quando conheceu a senhora. “Ela e seu marido já eram idosos quando os voluntários do abrigo trouxeram três gatos para sua casa para uma ‘entrevista'”, contou Judy Caponigro.

Dos três gatos do abrigo que conheceram, Gabby foi a única que ficou à vontade imediatamente. “Os outros dois se esconderam nos móveis e não pareciam à vontade.”

Os dois idosos sentiram uma conexão instantânea com a gata malhada e doce, e ela retribuiu curvando-se em uma cama e reivindicou o lugar como sua casa para sempre.

A senhora gostava de ler todos os dias. Gabby se tornou sua parceira e estava sempre lá para lhe fazer companhia. “Foi uma época incrível para ela, não só por causa de seu amor pelos livros, mas porque Gabby estava sempre ali para fazer companhia durante a leitura.”

“Ela foi uma grande companheira. Sempre e onde quer que a senhora se sentasse, Gabby estava bem ali”, disse Caponigro.

“Quando o marido faleceu, elas estavam lá uma para a outra. Seu vínculo animal / humano era forte.”

Depois de 14 anos sendo melhores amigas, elas começaram a sentir o tempo passar.
Quando Gabby começou a passar a maior parte do dia sozinha em algum canto e já não se alimentava mais, ela fez com que a senhora soubesse que ela estava pronta para partir.

A senhora levou Gabby para o veterinário quando soube que havia chegado a hora. Foi em paz, e a senhora ficou com Gabby até o fim, enquanto ela fechava os olhinhos pela última vez.

A senhora então foi pra casa após se despedir de sua melhor amiga, e sentou-se no sofá para tirar uma soneca. Horas depois, naquele mesmo dia, ela faleceu enquanto dormia, e foi se encontrar com Gabby.

“A senhora sempre se preocupou com o que aconteceria com Gabby caso ela morresse antes da gata. Eu acredito que ajudar Gabby em sua jornada final deu à senhora a paz e a permissão para seguir em frente. Sua missão estava cumprida.”

gg1 gg2
Fonte: Love Meow 

Avalie essa notícia:

RuimRegularBomÓtimoExcelente
Loading...
  • ozzkeith

    :'(

  • OhmiyaIsReal

    Lindo…

  • Niva

    Que lindo.

  • Paulo Alves

    Os felinos sao maravilhosos, merecem td o amor de carinho de nós!
    Nao só os felinos ,mas os animais merecem isso!

  • Cristiane

    Chorei muito …amo gatos ,sempre tive desde menina e, só e uma pena que deus só deixa eles viverem 15 anos no máximo ,já perdi vários ..penso que no dia da minha morte todos vão está me esperando morro de saudades de todos as que viraram estrelinha …e até minha morte vou cuidar dos animais #amo

    • Araci Borges Dias Martins

      Faço minhas suas palavras Cristiane. Tenho dez gatos sempre. A cada um que morre ponho outro para completar os dez.

  • Joanan Oliveira Batista

    E o nome da senhora é?… Tempoooooo
    A historia é linda mas faltam algumas informações cruciais pra que seja verdade, né? Colocar a cidade, o país, os nomes das pessoas, as datas dos acontecimentos fariam isso. Assim como vááárias historinhas comoventes nesse blog, essa parece ser mais um conto de blog…
    Adoro minhas gatas. Mas também adoro historias de verdade com gente de verdade 😉

  • John Marks
    • Joanan Oliveira Batista

      Você fala norueguês, sueco, dinamarquês, finlandês (seja lá qual for esse idioma)? Eu não falo, então não entendi nada do que está escrito nesse blog estrangeiro.
      E outra, acredito que nesse texto também não tenha os dados que tornariam a historia verídica, pois parece que a tradução foi feita na íntegra. É necessário ter nomes, datas, lugares, país… Assim é possível apurar os dados e verificar se realmente é verdade.
      Quando o texto diz “uma senhora”, “um médico”, “um executivo”, “um político”, “uma professora”, ou qualquer outro tratamento, é simplesmente “alguém” sem nome, sem pátria, sem vínculos com nada, ou seja, torna-se um conto de “era uma vez”. Se você tiver os dados, por favor, fale pra gente e peça pro dono do post arrumar.
      A maioria das historias desse blog não tem esses dados pontuais. O pessoal acredita como se fosse verdade, basta ler os comentários. Mas, até que sejam mostrados os fatos, são só historias bonitinhas que poderiam aparecer em um livro de fábulas. Caso seja esse o intuito do blog, acredito que os leitores deveriam ser informados que são historias fictícias, e tirar o “avalie essa notícia” dali. Caso contrário, como já disse, é preciso mostrar quem são os envolvidos, quando e onde as coisas aconteceram.
      Abraço.

      • Daniela

        Caraca você é muito chata e deve ser muito infeliz. Pare de contaminar o mundo com seu pessimismo e negatividade. E daí se essa história em particular for mentira? Certamente coisas assim já aconteceram de verdade.

      • Ana Paula Sant’Ana Terada

        Vc é mala hein? No blog, em inglês, é a neta contando… Blog é uma espécie de diário.. vc, caso tivesse um, todo dia iria começar: oi gente, meu nome é fulana de tal, hj contarei a história da minha vó ciclana de tal, a qual trabalhou a vida toda como X, na cidade X, o rg dela é X? Meu poupe né… geralmente, os leitores do blog são recorrentes, cria-se uma familiaridade entre escritor X leitor..
        Quem vê pensa que isso é uma notícia investiga tive e tals.. mas não, é só uma pessoa normal falando da vida dela.

      • Barbara cabral

        Oi, o celular e o computador tem tradução, celular tem que ver a configuração e computador e só esperar a página carregar e clicar com o botão direito que tem as opções, uma delas e a tradução 🙂

      • Ana Werner

        O nome da mulher é Dorothy, morreu na Califórnia (não sei com que idade), a responsável pelo blog original é Jill Layton, neta da senhora… você tem o conhecimento pra julgar, mas não tem o conhecimento para pesquisar sobre, afinal, julgar é mais fácil do que levantar a bunda do comodismo e ir fazer algo realmente útil, seja pra si mesma, ou para os outros.
        Abraços.

  • José Donizeti de Oliveira

    UM FATO INEXPLICÁVEL, UM AMOR INSEPARÁVEL, UM FATO IMPRESSIONANTE, QUE ATÉ A MORTE NÃO O SEPARARAM.

  • Ivo Júnior

    eu acredito nisso, de que ter uma responsabilidade faça a pessoa querer viver… linda história! 🙂

  • Chai

    Faz assim, se tu queres tanto as fontes, pesquisa no google e deixa de ser preguiçosa e chata, isso é um blog, não um jornal.

  • Super Suporte

    apagar

  • Super Suporte

    que historia linda T-T

  • Super Suporte

    gente, nao sabe usar internet não? faz o seguinte acessa esse site http://www.google.com e digita translate

  • Cedric Alexander Sigaud

    malditos ninjas cortadores de cebola

  • Declieux Orlando de Souza

    Muito emocionante essa história tb me preocupa muito o que acontecerá com os meus gatos se eu me for antes, peço a Deus que me permita cuidar de todos até o fim