A alimentação dos gatos é uma das coisas mais importantes a se considerar quando se decide adotar um bichano. Oferecer uma ração de qualidade é uma das melhores coisas que se pode fazer para manter a saúde deles em dia. Às vezes, para agradá-los, muita gente acaba dando “um pouquinho” de certos alimentos esporadicamente, o que pode ser perigosíssimo!
Fizemos uma lista de alimentos que podem intoxicar e fazer mal à saúde dos nossos amados gatinhos! A gente sabe que é difícil resistir àquela carinha de pidão que eles fazem quando estamos comendo alguma coisa bem gostosa, mas, temos que ser fortes e dizer NÃO, para o bem deles.
gatopidao
Vamos à lista?

1- Ração de cachorro
Esse deve ser o erro mais comum entre donos de cães e gatos. Pelo fato dos animais viverem juntos, às vezes gatos se interessam pela comida do cachorro, e vice versa, o que não é nada bom!
Cães e gatos têm necessidades nutricionais diferentes. Gatos, por exemplo, precisam de mais proteína que os cachorros. Além disso, diferente dos cachorros, os gatos não conseguem converter vários precursores alimentares em aminoácidos e vitaminas.
Apesar da ração de cachorro não ser tóxica para os gatos, se forem alimentados por muito tempo com elas, eles certamente desenvolverão deficiências nutricionais, o que causará diversos problemas de saúde, e até a morte.

2- Ossos
Muito cuidado com ossos, eles são perigosíssimos!
Ao roer ossos, gatos podem sofrer lesões nas mucosas do trato gastrintestinal, inclusive perfurações. O osso é um alimento mineral que eleva a concentração de sais mineirais, como o cálcio, na urina. Gatos costumam beber pouca água, e por isso estão mais propensos a ter problemas urinários. Com o consumo de minerais contidos nos ossos, estes problemas podem se agravar.

3- Leite
Gatos filhotes de até 45 dias de vida toleram bem o leite de vaca. Porém, depois disso, o leite pode ser bastante prejudicial, pois a lactase, enzima que digere a lactose do leite, se torna inativa, o que pode causar diarreia e vômito. Além disso, por ser rico em cálcio, o leite também pode contribuir para a formação de pedras nos rins.

4- Café
Assim como nos seres humanos, o café estimula o sistema nervoso central dos gatos. Para eles, a cafeína funciona como um diurético e causa a desidratação. Os sintomas de intoxicação da cafeína incluem agitação, respiração acelerada, palpitações, tremores musculares e convulsões.

5- Chocolate
O chocolate contém cafeína, o que o torna também perigosíssimo para os gatos.
Eles contém teobromina, que pode intoxicar e até ser letal.

6- Uva
A uva é considerada uma fruta perigosíssima para os gatos, e se ingerida em grandes quantidades, ela pode causar lesão renal aguda nos felinos.

7- Pão
Seres humanos precisam de carboidrato, que é o que nos dá energia. Já os gatos não precisam desse nutriente para obter energia, o que conseguem por meio de outro processo, chamado de neoglicogênese, que consiste na formação de aminoácidos a partir da quebra de moléculas de proteína. Por isso, oferecer pão ao seu gato pode deixá-lo acima do peso e nada saudável!

8- Alho e Cebola
Sejam puros ou no tempero da comida, jamais dê alho e cebola para seu gato, pois são altamente tóxicos! A cebola, por exemplo, contêm sulfóxidos e dissulfetos que podem destruir os glóbulos vermelhos e causar problemas de sangue, incluindo anemia. Já o alho pode ser ainda mais perigoso, porque as toxinas estão mais concentradas que na cebola.

9- Ovo cru
Dizem por aí que dar ovo cru pros gatos pode trazer benefícios, e que eles adoram, o que está completamente errado (pelo menos a primeira parte)! Eles podem ter uma intoxicação alimentar séria causada por bactérias. Além disso, a proteína de ovo cru, chamada avidina, neutraliza a biotina (vitamina B7), podendo causar problemas à saúde do seu gatinho.

10- Tomate
Apesar de muito comum na nossa dieta, o tomate pode oferecer riscos à saúde dos gatos!
Isos porque eles contêm solanina – um glicoalcalcalóide tóxico que, mesmo ingerido nas mais pequenas quantidades, pode ser fatal para um gato.

11- Abacate
O abacate contém a toxina “persin”, que afeta negativamente o sistema digestivo e o músculo cardíaco dos gatos. O que pode causar sintomas como letargia, dificuldades respiratórias, diarreia e vômitos.

Estes são os alimentos conhecidos por fazerem mal à saúde dos gatos.
Além da alimentação com a ração seca, que é a mais comum, existe também a Alimentação Natural, que consiste em alimentar seu gato somente com alimentos naturais, como carnes, verduras e legumes, mas de forma balanceada e com a supervisão de um veterinário especializado. Você pode se informar mais sobre este tipo de alimentação no site Cachorro Verde, mas tenha sempre em mente que é muito importante consultar um veterinário sempre antes de dar qualquer alimento ao seu gato ou iniciar uma nova dieta.

Quem ama, cuida! 😉

 

Avalie essa notícia:

RuimRegularBomÓtimoExcelente
Loading...