Toda pessoa que adota um gatinho, certamente imagina como será o futuro ao lado dele. Isso inclui companheirismo, carinho, brincadeiras e muita diversão! Ninguém pensa que a convivência com ele será algo triste ou chato!

Acontece, que nós, os donos, é que temos a responsabilidade de fazer isso dar certo! Muitas vezes pensamos que tudo depende de como o gatinho vai ser ou se desenvolver, mas na real, isso é algo que depende de nós mesmos!

Muitos gatos acabam em abrigos porque algumas pessoas não entendem a motivação por trás dos comportamentos ou nunca entenderam o que os gatos precisam em primeiro lugar. 

Você precisará se empenhar para construir o melhor relacionamento possível com seu gatinho, e nós queremos ver isso acontecer! Por isso, separamos algumas dicas que que podem fortalecer ainda mais o vínculo entre você e o seu gato. Fique ligado!

1. Socializar

Se você possui um gatinho bem jovem, esse é o momento de inserir o pequeno em sua rotina de vida. Aproveite para ensiná-lo a conviver com o máximo de pessoas possíveis, para que se torne um gato adulto sociável. Provoque oportunidades de expô-lo (da forma mais gentil e delicada) à pessoas, coisas, objetos e sons do seu cotidiano.Leve-o regularmente à consultas com o veterinário. Se realizadas da maneira certa, essas atitudes farão diferença na na forma como seu gato se adapta às mudanças e experiências novas à medida que cresce.

2. Alimentos de boa qualidade

Uma boa nutrição é fundamental para a saúde do seu gato. Prefira alimentos de boa qualidade e adequados ao estágio de vida e condição de saúde do seu gato. Esse não é o momento de barganhar. Se tiver dúvidas sobre qual alimento oferecer ao gatinho, fale com seu veterinário.

3. Condicionando com amor

Os gatos não sabem das regras da casa automaticamente, eles precisam ser ensinados. Ao contrário do que a maioria pensa, eles são super fáceis de treinar. Use métodos ausentes de força. Os gatos precisam ser condicionados com bondade e com ausência total de castigos. Nunca use punição contra seu gatinho, porque isso pode comprometer severamente o relacionamento, fazendo que ele tenha medo de você, além de aumentar a intensidade do comportamento. Por exemplo, se você punir um gato por ser agressivo, é provável que haja um aumento no comportamento agressivo, já que ele se sentirá mais ameaçado.

Evite gritar, bater ou esguichar água contra o gato. Quando um gato exibe um comportamento que você não gosta, tenha em mente, para o gato, esse comportamento é normal. É seu trabalho fornecer uma alternativa que seja boa para ambos. Para fazer isso, determine a causa do comportamento para que você possa fornecer uma opção mais qualitativa.

 

Esse texto continua nos próximos dias…

Avalie essa notícia:

RuimRegularBomÓtimoExcelente
Loading...