iluu

Nas duas últimas semanas, conversei com vocês a respeito de obesidade: os problemas que pode causar, e como combatê-la. Se você perdeu, clique aqui para o primeiro post, e aqui para a continuação.


Um dos principais problemas de quem vai se aventurar na difícil luta contra os quilinhos a mais do seu gato, é lidar com a miação excessiva. Gatos em dieta de redução podem ser um tanto quanto chatos. Muitos aprenderam a pedir comida através da vocalização (miados), e passarão a fazê-lo com uma frequência bem maior durante o período de adaptação.

Além disso, muitos e muitos donos se queixam desse problema no consultório: o gato não para de miar. Os donos são acordados com miados, vão dormir seguidos de miados, e passam o dia ouvindo miados. E muitas vezes não tem nada a ver com dieta. Então, o que fazer?

meowing
via Pics to Pin

A primeira coisa, como sempre, é se certificar de que não haja nenhum problema de saúde causando essa vocalização excessiva: dor; alteração neurológica; idade (animais mais velhos podem ter o que chamamos de Alzheimer felino/canino – conversaremos a respeito em outra ocasião). E para ter certeza, só com seu veterinário de confiança, sempre!

De modo geral, o grande culpado pela vocalização excessiva do gato é, infelizmente, o dono. Mas não se desespere. Saiba que o problema pode, sim, ser resolvido, e por você mesmo! Dentre as causas mais frequentes desse problema tão comum, podemos citar: ansiedade; busca por atenção; comportamento aprendido; e mudança de rotina. E como saber em qual desses o seu gato se encaixa?

ANSIEDADE
Um gato ansioso é um gato que tem muita energia acumulada durante o dia. Geralmente são animais que passam o dia todo sem fazer nada: só dormem e comem. Talvez por ficarem sozinhos a maior parte do dia, ou por serem preguiçosos (ou gordinhos!), ou por não terem o estímulo adequado para “extravasar”. Digamos que são gatos que não podem se comportar como gatos. Ou seja: não correm, não perseguem “presas”, não pulam, não caçam. Assim, toda a energia deles é redirecionada inadequadamente, de modo que podem passar a destruir a casa, vocalizar excessivamente, brigar com outros animais da casa, atacar o próprio dono, e por aí vai. Basicamente, ansiedade é uma das causas mais comuns de comportamentos inadequados, tanto em cães como em gatos.

catmess
via Google

BUSCA POR ATENÇÃO
Gatos que se sentem muito sozinhos podem, sim, vocalizar para atrair a atenção do dono. Geralmente são gatos ansiosos, que, como dito acima, não tiveram estímulos adequados para extravasar durante o dia; e que o momento mais agradável e divertido que conhecem é quando ganham carinho/comida do dono (que, muitas vezes, só chega em casa no fim do dia).

COMPORTAMENTO APRENDIDO
Toda vez que o seu gato mia, e você logo lhe dá um petisco, oferece ração, dá um carinho, ou simplesmente olha pra ele ou responde verbalmente, aquele comportamento é reforçado. A partir daí, ele entende que toda vez que miar, ganha alguma coisa. Recompensa é a base para qualquer adestramento, e se usada da maneira errada, pode ensinar comportamentos inadequados.

cateatingtreat
via Cat Clinic of Cobb

MUDANÇA DE ROTINA
Se antes você morava em casa, e agora se mudou com seu gato para um apartamento, por exemplo, essa pode ser a causa para a vocalização excessiva dele. Mas atenção: apenas se o comportamento começou após a mudança. Se antes disso ele já apresentava esse comportamento, essa não é a causa de base. Qualquer alteração brusca na rotina de um gato (um morador da casa foi embora, ou alguém novo foi morar com vocês, ou a introdução de um novo animal, ou o falecimento de um ente/animal próximo, etc) pode ser responsável pela vocalização excessiva. Esses animais, de modo geral, tornam-se ansiosos.

catwindow
via All Pet News

Um gato com problema de vocalização excessiva não necessariamente se encaixa em apenas um desses motivos. Muitas vezes é uma mistura de causas, reforçadas, ou não, pelo dono. Acredito que podemos resumir em apenas dois motivos principais: reforço inadequado e ansiedade. Ou seja: um gato com energia acumulada, sem a possibilidade de extravasar adequadamente, e/ou que aprendeu, ensinado pelo dono, que miar significa ganhar algo bom.

Sabendo disso, vamos ver o que pode ser feito para resolver essas questões:

REFORÇO INADEQUADO
A primeira, e talvez mais difícil, coisa a se fazer com um gato que apresenta vocalização excessiva, é aprender a ignorá-lo. Quando seu gato começar a miar, não olhe-o nos olhos, não fale com ele, não vire-se em sua direção, não abra a porta, não levante-se da cama, etc. E principalmente: não o recompense com petiscos, cafunés ou ração. Em hipótese alguma. Cada vez que você fizer exatamente aquilo que ele quer, você só reforça esse comportamento.

Eu juro que sei o quão difícil isso é. Aquele peludinho de olhinhos redondos e brilhantes, tão pequeno e dependente, te chamando com desespero. A sensação é de que ele vai morrer se não ganhar o que quiser, não é? Mas acreditem. Por mais difícil que seja, tenham coragem, garra, e saibam que é pelo bem deles. Sempre.

E não, vocês não vão ignorá-los pelo resto da vida e a qualquer momento. Façam carinho, sim, deem petiscos, sim! A questão aqui é ensinar você, dono, que qualquer ação deve partir de você. Não o espere miar para lhe oferecer um petisco ou cafuné. Sabendo que cada uma dessas coisas reforça um comportamento, faça quando ele estiver calmo, relaxado e quieto! Sempre e apenas nessas circunstâncias. Não se esqueçam: a iniciativa do carinho/atenção sempre deve partir de você, e não dele!

E mais importante: nunca usem nenhum tipo de punição com gatos. Nunca gritem, nunca utilizem agressão física, nunca deem broncas. Nem mesmo um “shhhh, fica quieto!”. Isso funciona com cães. Punições só tornam o gato ainda mais ansioso, e pioram o comportamento inadequado. Com relação a isso, os únicos tipos de punição que são permitidos, são os despersonalizados. Ou seja, aqueles em que o gato não sabe que partiu do dono. Aqui incluem-se: pistolas de água; borrifadores de água; emissores de barulho ultrassônico; e objetos que fazem barulhos de modo geral (uma latinha com moedas dentro, por exemplo). A ideia é dar um “susto” no seu gatinho, sem que ele perceba que veio de você.

catspray
via Brinn & Ray

ANSIEDADE – ENERGIA ACUMULADA
Como já dito anteriormente, gatos que não podem se comportar como gatos, tornam-se ansiosos. Para serem mentalmente saudáveis, eles devem poder expressar o seu comportamento natural. Gatos precisam correr, pular, caçar e arranhar. É da natureza deles, e privá-los dessas atividades os deixam estressados e passíveis de desenvolver comportamentos inadequados.

Em primeiro lugar, devemos sempre nos lembrar disso: gatos não são pequenas pessoinhas. Lembram-se do que eu disse no post anterior, sobre obesidade? Também vale aqui. Ter e amar um gato significa aceitá-los como são: gatos.

Para fazer com que o seu gato se comporte como um gato, temos uma ferramenta simples, chamada de “enriquecimento ambiental”. Isso significa transformar o ambiente em que eles vivem, em um lugar que possibilite a eles agirem da maneira mais fiel ao natural possível. Principalmente quando você não estiver em casa, para que ele possa extravasar sozinho. E como enriquecer o ambiente do seu gato?

É mais simples do que se parece: oferecer lugares para eles subirem – desde simples caixas de papelão a casas e estantes próprias para gatos. Não precisa ser nada muito elaborado ou caro. Basta permitir que o seu gato tenha acesso a lugares mais altos: limpe uma estante, coloque uma caixa vazia na janela, coloque telas em janelas e sacadas e permita que eles tenham acesso a esses lugares, e por aí vai. Criatividade é a palavra de ordem.

japancathouse
via Haus Panther

Além disso, ofereça muitos brinquedos para que ele se divirta enquanto está só. Mas não adianta comprar aquele monte de ratinhos e largá-los espalhados pela casa para sempre. Para os gatos, brinquedos perdem a graça depois de um tempo. Compre vários, diferentes, e guarde-os em uma caixa, longe dele. Faça rodízio semanal de brinquedos, para mantê-lo sempre interessado. Aqui na loja da Cat Club há inúmeras opções de brinquedos para seu gato, escolha quantos quiser!

Outra coisa interessante, principalmente para aqueles mais comilões, são os brinquedos que você pode encher com comida. Tipo o Kong, que você pode encher com sachê, congelar, e oferecer quando sair de casa. Ou a Pet Ball, em que você coloca ração e oferece, também, quando ele ficar sozinho (não se esqueça que essa ração conta como refeição!). Além desses, há diversos outros brinquedos em que você pode colocar comida, é só procurar em qualquer loja de artigos para pets.

cat-play
via Google

E quando você estiver com o seu gato, brinque muito com ele! Principalmente logo antes de você ir dormir. Deixe-o exausto! Reserve os brinquedos que ele mais gosta (varinhas, canetas-laser, etc) para brincar exclusivamente com você, para tornar esse momento dono-gato ainda mais gostoso para ele. Lembre-se, apenas, de sempre fazer qualquer tipo de interação quando ele estiver relaxado e quieto, para incentivar ainda mais esse comportamento.

Em alguns casos, se você tem apenas um gato, vale considerar a hipótese de adotar um companheiro para ele. Mas pense muito bem antes de optar por essa alternativa. Só o faça nessas condições:
1) Seu gato é extremamente agitado e inquieto, quer brincar o tempo todo;
2) Ele não é idoso (não há necessidade de estressar um senhor de idade, principalmente se você quiser introduzir um filhote na casa);
3) Tenha certeza de que seu gato não é agressivo com ninguém;
4) Ele é curioso e não é nada medroso;
E não se esqueça de fazer a introdução do novo gatinho da maneira correta. Um novo animal na casa pode (e vai) estressar, e muito, seu gato, então saiba como fazê-lo!

É muito importante vocês terem em mente que, muitas vezes, resolver o problema significa apenas reduzi-lo. Quanto mais antigo for o comportamento aprendido, mais “mania” ele já virou, e mais difícil fica conseguir revertê-lo.

Na próxima semana, aproveitando a nossa conversa de hoje, vou conversar com vocês a respeito de como introduzir um novo animal na casa. Fiquem de olho! Acompanhem a página no Facebook para não perder nenhuma dica.

M.V. Luísa Navarro
Dúvidas ou sugestões? Deixe um comentário ou escreva para [email protected]

Avalie essa notícia:

RuimRegularBomÓtimoExcelente
Loading...
  • Luara Drozino

    Oi quando vcs vao postar, como introduzir um novo gato na casa? preciso urgente, quinta feira vou buscar um novo amiguinho pro meu gato.

    • Olá, Luara! Infelizmente o post sai só na terça que vem (15/04). Sugiro que converse com seu veterinário e peça dicas para a introdução ser menos estressante. Um beijo!

  • Arthur

    Adorei seu artigo Luisa!
    As vezes parece que meu gato se sente no The Voice Cat, por que ele não para de miar! Especialmente a noite, mas eu percebi que esse comportamento tende a diminuir quando eu brinco com ele, porém acho que também envolve um pouco de “mania”.

    Gostaria de fazer uma pergunta: Eu moro em uma Casa e permito que ele saia livremente, porém a ocasiões que ele precisa ficar em casa de noite e quando isso acontece ele mia de maneira exageradamente grande, ele mia muito, muito mesmo, não consigo dormir! Gostaria de saber se isso é mania e se tem como fazer ele não ficar miando a noite toda!

    • Oi, Arthur!
      Procure realizar as dicas que dei no post e veja se o comportamento melhora. Se ele aprender que miar não lhe trará benefício algum, a tendência é essa “miação” diminuir. Faça o teste por um mês e depois me conte! Seja firme 🙂
      Um beijo!

  • Denise Santos

    Adoraria ler uma matéria sobre como introduzir um novo gato na casa. Tenho gatos há anos e nunca tive problemas, mas agora tenho um gatinho muito ciumento e estou com problemas em fazê-lo aceitar o novo amiguinho.

    • Oi, Denise! Não perca o post da próxima terça-feira, 15/04, que será exatamente sobre isso.
      Um beijo!

  • Rosana

    Muito obrigada pelas informações! Tenho 3 gatos, sendo que um macho castrado mia muito, uns miados longos e muito alto, mas eu sem saber estava colaborando, ou seja pego no colo e tento acalma-lo! Também adotei a quarta gatinha, o que aumentou seus miados, e não consegui que os outros a aceitassem! Estou com muita dificuldade nesta nova interação! Obrigada!

  • Claudia

    Pois é, já é a terceira vez só esse ano que estou introduzindo um gato novo na minha casa.
    Dessa vez estou tendo mais problemas, pois é uma gata adulta um tanto nervosinha que ficará aqui alguns meses.
    Espero ansiosamente seu post pois acho que minhas atuais técnicas não serão suficientes. 🙁

  • Pingback: CAT CLUB - de catlover para catlover>()

  • Maiara

    Olá, meu nome é Maiara
    Adotei um gato macho preto, aos 2 meses de idade. Ele tinha 3 irmãos que também foram adotados.
    Eu moro em um apartamento.
    Ele é muito agressivo, morde e sobe na pia, na mesa, arranha cadeiras, cortinas e sofá.
    Não sei o que fazer para deixa-lo mais calmo, hoje ele está com 5 meses, estou pensando em castrá-lo para ver se seu comportamento melhora.
    Já o corrigi: com barulho (bater pés, palmas, espanta-lo com sons bocais, com borrifo de água, com tapinhas)
    Agora estou mantendo ele trancado em um quarto durante o dia (enquanto estou trabalhando) e a noite sempre chego em casa brinco com ele durante uma hora, com bolinhas, caixas, ele tem arranhador, caixinha para urinar, caminha, 6 tipos de bolas, 3 caixas de papelão, novelos de linha carretel de linha….O pego no colo, dou muito carinho…
    Mas ele fica 5 minutos no meu colo e logo corre e apronta alguma coisa, além de sempre entrar dentro das pias do banheiro e cozinha para lamber a água (Ele tem água fresca, trocada 3 vezes ao dia). E esse comportamento é desde que começou a pular (conseguir subir nas coisas), mesmo quando ficava solto no apartamento durante o dia, se comportava da mesma forma.
    Não sei mais o que fazer, amo ele e queria que ele se comportasse pois se não terei que doá-lo, pois estou montando aos poucos meu apartamento e gostaria que ele não estragasse a mobilha.
    Tens alguma dica??
    Muito Obrigada!!!

    • Carla

      Caramba, ele está se comportando exatamente como um gato filhote! Não espere outro comportamento dele, pois ele é um gato.
      Deixá-lo trancado e dar tapas é pura crueldade.
      Um filhote nunca ficará no colo por mais que cinco minutos e pular e arranhar é o instinto natural dele.
      Com certeza ele morde para se defender de você!
      Sugiro que encontre uma nova família para ele o mais rápido possível, pois ele nunca deixará de ser um gato e não merece ser maltratado dessa forma.
      Procure um bichinho mais adequado às suas exigências, um urso de pelúcia seria excelente. Nenhum ser vivo, pelo amor de Deus.

      • Vivi

        Achei um tanto quanto exagerada essa reação. Tapinhas até os proprios gatos se dão, ou não ? Acusar de crueldade, dizer pra achar um novo lar e nao ter mais um ser vivo junto foi ignorancia e desrespeito! Repense um pouco a forma com que vc expressa sua opiniao!

        • Andressa

          Não, ela tá certa, não se trata animal desse jeito. Humanos não são gatos e dão “tapas” mais fortes. Deixar o gato preso num quarto pra não estragar o apartamento é crueldade.

        • Barbara

          Oi Mayara.

          Tenho 2 gatos de 2 anos, irmãos. Os dois aprontam muito, correm, pulam, miam, arranham e fazem muitas gatisses. Meu conselho é: se você tem gatos, vai ter que entender que eles vão sim ter um impacto na sua vida e na sua casa. O chão eventualmente vai ser arrnhado, alguns móveis também, vai ter pelo no seu banheiro, na pia, no chuveiro, até na sua comida. Tem vezes que abro um pacote de arroz e um segundo depois vejo um pelo dentro do saco!

          Meus gatos têm poderes mágicos, imagino.
          A piada que conto quando visitas chegam na minha casa sem muito aviso (e eu não tive tempo de limpar) é dizer: desculpem, mas tem um pouco de casa nos pelos dos meus gatos.

          Se você conseguir conviver com isso, algumas coisas que aprendi nesses dois anos:

          1. Dar a eles espaço para correr e esconderijos na casa. Eles correm muito atras um do outro ou a gente corre junto também. Mas as vezes eles só querem ficar sozinhos e se enfiam nos esconderijos deles.

          2. Colocar um gato fechado num quarto eu faço apenas quando eles ficam agressivos um com o outro preciso separa-los. Mas o castigo dura apenas alguns minutos, meia hora… o tempo pro gatinho se acalmar. Mas que isso é maldade mesmo. Você provavelmente nao está pensando dessa forma, mas está torturando mentalmente seu gato colocando ele o dia inteiro numa solitária.

          3. Tem arranhadores próximos a areas que eles costumam arranhar: eles preferem arranhares a móveis – principalmente se o arranhador estiver com cheiro de catnip!

          4. Cortar as unhas dos gatos: treine desde filhote. Os meus não gostam, mas não enchem muito o saco quando corto. Depois do corte dou um treat e eles ficam felizes de novo.

          5. Bater não pode realmente. Mas tem uma coisa que descobri aqui em casa: meus gatos gostam de porradinhas nas costas, como um carinho. Nao é bater pra machucar, mas porque eles amam!

          Meus gatos odiavam colo quando eram novos e hoje dormem de conchinha e tudo. A minha gatinha se enrola no meu colo como se fosse um bebe, entao o fato do gatinho nao querer colo nao significa nada…. mas se vc tentar fazer ele ficar quieto a força ele pode passar a odiar colo.

          Espero que ajude. Lembre que o gato tem que estar feliz e que se vc tem um animalzinho você deve coloca-lo acima da sua preocupação com seus móveis. Caso contrario é melhor mesmo achar um lar permanente pra ele.

    • Milena

      Maiara, devo concordar com alguns comentários: seu gato está apenas sendo gato. Eu adotei uma gatinha de rua, achei ela mal tratada no meio de uma avenida e prestes a ser atropelada. Não sei nada do passado dela, ela tinha aproximadamente 2 meses quando achei. O que significa que todo o trabalho de socialização, adestramento, educação e convivência dela começou comigo.
      Gatos brincam de morder. Se você reparar uma ninhada de gatinhos, verá que eles mordem uns aos outros. Só que durante essa interação, eles dão limites uns aos outros, e a mamãe gata também faz isso. Quando seu gatinho te morder, dê um susto, diga não de maneira firme e o ignore momentaneamente. Só deixe ele morder quando você brincar com algum brinquedo feito pra isso, que pode ser uma pelúcia, um brinquedo com catnip, um mordedor, uma corda…
      Gatos também pulam alto, são capazes de pular algo em torno de 3 a 5 vezes sua altura. É de sua natureza pular e subir nas coisas. Você não pode querer proibir seu gato de subir em todas as coisas de sua casa. Se você vai proibir ele de subir na bancada da cozinha, deve permitir que ele suba em algum outro canto. Se você escolheu ter um gato em casa, deve ter em mente que sua casa terá pelos de gatos espalhados pelo sofá, na cama, nas cadeiras… E que eles vão subir nas coisas. O que não te impossibilita de adestrá-lo. Escolha as partes da casa que você pode deixar seu gato explorar sem restrições. E nas partes que não quer que ele suba de maneira alguma, tenha sempre um borrifador de agua por perto, ou uma latinha com moedas, ou chaves. Se ele tentar subir, assuste seu gato, ou borrife água. Com paciência e tempo, ele vai entender onde pode circular livremente e onde ele tem a desagradável sensação de tomar susto toda hora.
      Terceiro: gatos arranham. Eles tem uma necessidade instintiva de afiar as unhas, e fazem isso arranhando as coisas. Eles preferem coisas com textura, tipo cordas, tecidos grossos, ou madeira rústica. Ou seja, qualquer coisa interessante que facilite o afiar. Não sie o tamanho de sua casa, mas vale ter mais de um arranhador. Se seu gato arranhar a cortina, vale a mesma ideia do borrifador de água ou do susto. Reprima o comportamento, mas ofereça outra opção em seguida. Então vale a pena colocar o arranhador perto de lugares que ele costuma arranhar. Se for a cortina, ponha perto da cortina. Se ele arranhar a cortina, recebe o “castigo”, se ele arranhar o arranhador, recebe um petisco. Aliás, ter petiscos em casa é essencial ao adestrar um gato.
      De resto, preste atenção para não estimular comportamentos negativos no seu gatinho… Deixar ele trancado o dia todo com medo dele estragar sua casa é crueldade. Se for por isso, não tenha animais, eles eventualmente vão estragar alguma coisa, seja cachorro, seja gato, seja porquinho da índia ou coelho… Mesmo que você eduque. Ter um animal em casa significa praticar o desapego de algumas eventualidades. Não é que vc deva deixar seu gato fazer o que quiser. Mas é que por mais que vc adestre seu gato e ele seja educado, ele vai acabar fazendo umas traquinagens vez por outra, porque ele é um animal naturalmente curioso que gosta de explorar e descobrir novidades.
      Minha gatinha já matou umas 5 plantinhas minhas em 4 meses, de vez em quando ainda tenta arranhar o sofá mas para assim que eu digo não e bato palmas. Ela ainda morde muito, mas eu descobri recentemente que andei incentivando o comportamento inadequado, e também moro com mais 3 pessoas que andaram incentivando as mordidelas também. Conversei com elas e pronto, vamos tentar corrigir o problema. Minha gata sobe em tudo, mas na mesa de jantar a gente até hoje tenta reprimir. Ela sabe que está errada, mas veja, ela é filhote e filhotes às vezes querem subverter o sistema! rsrsrsrs… Mas basicamente ela corre pela mesa apenas quando quer chegar até a outra cômoda que fica logo ao lado… Mas ela tem livre acesso ao sofá, à estante, a minha cama e as cômodas de minha cama, e eu estou para montar umas prateleiras para que ela escale tudo com conforto. Isso se chama enriquecimento ambiental. Se você passa o dia fora, precisa deixar coisas para seu gato se divertir e distrair. Prateleiras, brinquedos com petiscos dentro, caixas de papelão, bolinhas de papel, pelúcias… Esconda petiscos e deixe-o procurar. Essas coisas. Nunca o tranque dentro de um quarto sozinho o dia todo, isso é tortura para o gato.
      De resto, espero ter ajudado de alguma forma. Analise bastante a ideia de ter um animal em casa e as consequências e responsabilidades que isso envolve. Seu gato é muito novinho ainda, é um filhote. Todo filhote tem energia acumulada de sobra e precisa extravasar isso de alguma forma, mesmo nós humanos somos assim. Portanto, recomendo tentar estudar um pouco mais sobre comportamento felino e assim entender seu filhote. Com o tempo você consegue educar ele e ajustar as pontas. E sugiro também que pratique o desapego sobre algumas questões. Vale muito a pena fazer isso por eles. Eles são puro amor. A maioria dos problemas que eles supostamente apresentam são culpa nossa mesmo.

      Abraços!

  • Aline

    Boa tarde. O gato da minha vizinha mia o dia e à noite toda! Não fico incomodada e sim com dó do bichinho. Ele é filho único e ela trabalha o dia todo. À noite ela já me disse que não deixa ele no quarto com ela pois ele não sossega um minuto e não deixa ela dormir. Só que mantendo ele fora do quarto quem não dorme sou eu com os miados dele…a minha vontade é ir lá socorré-lo. Não sei se ele fica com frio ou se simplesmente se sente sozinho. Gostaria de ajudá-los mas não sei como.

  • amanda

    Adorei! Tenho uma gatinha e ela mia demais,chega a incomodar, meu marido fica muito irritado com ela pois ela mia sem motivos, talvez seja para chamar atenção ou porque a adotei ela já era um pouco grandinha e veio com a mania de miar para tudo, este post me ajudou, vou tentar fazer com ela todas essas dicas, bom demais!

  • Wesley

    Olá, me chamo Wesley e tenho um Gato que está com o miado estranho,ele só vive deitado e está com o coração acelerado.Gostaria de saber o que é isso, Obrigado.

    • Priscila

      Acho melhor você levá-lo á um veterinário, urgente!

  • Priscilla

    Oi, gostaria de saber se já tem algum post ou se vai ter futuramente sobre gatos que comem coisas impróprias. Estou com uma gatinha de uns 8 meses que sempre roeu as coisas, fios de telefone, cadarços, qualquer coisa que ela possa pôr na boca e martigar. Mas de uns tempos pra cá ela tem intensificado isso. Outro dia, engoliu quase 1 metro de barbante. A sorte foi que ela começou a vomitar e eu fui puxando a ponta com cuidado, o barbante foi saindo lá de dentro e eu fiquei pasma com o comprimento. O que fazer nesses casos??? Obrigada.

    • Joanna AAzevedo

      Fiquei com preguiça de guardar a linha de costura e minha gata comeu tudo durante a noite, acordei com ela engasgando, eu chorava enquanto ia puxando metro e mais metro de linha da garganta ela e meu outro gatinho também comeu, vomitou muito depois. Eles já roeram o cabo de energia do notebook e já inutilizaram um carregador de celular, tudo que é tomada, linha, fita, novelo, cabelo eles comem. A única coisa que adianta é deixar essas coisas fora da vista deles e no caso das tomadas deixá-las fora da energia pra não correr o risco de choques..

  • Aline

    Olá! Excelente post!
    Tenho dois gatos (um de 4 anos e um de 5 meses), ambos persas. O mais velho, Teddy, adotei já adulto e mais novo comprei com 2 meses, Théo. Nunca tive nenhum tipo de problema com o Teddy, mas o bebezinho anda me dando muito trabalho!!! Mia muito e, na maioria das vezes, é só um resmungado. Sem contar que faz xixi e cocô dentro e fora da caixinha (pela casa). E ultimamente, nas brincadeiras deles, o Teddy sai machucado. Ele é muito bonzinho e paciente, não reage aos “ataques” do Théo, e está com uma ferida atrás da orelha, local que já perdeu pêlo. Não sei o que fazer pra “educar” meu bebê e “salvar” meu mais velho que, inclusive, anda ficando meio de escanteio, pois o Théo é extremamente carente, exige muita atenção e não desgruda de mim um segundo sequer. Se alguém tiver alguma dica, agradeço!

  • Chris

    Muuuuito bom o post e o blog,
    Faz uns 5 meses que estou com uma gatinha. Em apartamento.
    Brincar com ela ajudou muuuito e devo ao blog. Ela gosta de dormir cmg na cama e sinceramente, não proibo.
    Meu pai quando vem me visitar, enche ela de petiscos e carinho e acho que ela fica um pouco mimada.
    Depois que castrei ela , ela ficou mais calma e já não quer sair de dentro do apartamento.
    É normal eles preferirem agua da pia a agua que tem no potinho ?!
    Ração úmida eu vi que é bom para o gatinho no inverno, pode dar todo dia?!
    E queria saber se tem alguma forma de conseguir mudar o horário que ela acorda e me levanta.
    Todo dia ela levanta as 6:00 da manhã e quer que levante junto com ela.
    Beijos, amando o blog e me ajudando mto

  • Aline

    Oi achei o seu site pois estou desesperada já tenho 2 gatos machos um o Pequeno tenho ele desde q nasceu o outro o Peludo era do vizinho e se mudou pra minha casa não quis mais voltar…os dois se dão muito bem antes eu morava em casa e eles ficavam soltos e o Pequeno sempre foi mto miador a noite principalmente mas bastava jogar um chinelo para espanta-lo e tava tudo certo q ele parava …a 4 meses mudei para um apartamento coloquei tela em tudo comprei um arranhador q tem lugar para subir e brincar e comprei um outro brinquedo tb para distraí-los pois passo o dia quase todo fora e deixo a casa toda pra eles brincarem tem lugar pra subir etc e os dois brincam mto eles tem em média entre 1 ano e meio… Acontece q a noite o Pequeno mia muito não são todas as noites mas a maioria delas no começo eu chamava atenção por conta dos vizinhos com medo de incomoda-los mas depois li q eh pior então passei a ignora-lo mas tb não adiantou e eu não sei mais o q fazer pois sou professora levanto todo dia as 6 pra ir trabalha e tenho ficado muito cansada por não conseguir descasa corretamente a noite além disso não posso chamar ngm para dormir na minha casa com medo dos escândalos do gato…. Hj mesmo meu pai veio dormi aqui e o gato resolveu miar tou torcendo pra ele não ter acordado meu pai tive q chamar a atenção dele dessa vez pra tentar amenizar e neu pai não acorda… O outro gato eh bem tranquilo raramente ele mia e geralmente qndo vou dormi ele dorme tb mesmo q já tenha dormido mto… Ah recentemente até mandei castra o Pequeno para ver o miado não seria pra chamar gemias já q ele tava começando a amadurecer porém já tem mais de 1 mês e não adiantou ele só parou de qrer trepar no outro macho… Por favor me ajuda pq eu não to agüentando mais…

  • Patrícia Souza

    Olá!
    Castrei minhas duas gatas faz duas semanas, uma delas esta ótima, come normalmente, já voltou a brincar com o gato macho, esta feliz e contente. Porém a outra gata desde a cirurgia só dorme, não quer levantar da cama por nada, nem quando a chamo para comer e ultimamente esta miando como se estivesse no cio, berrando e berrando. É normal isso?
    Agradeço desde já!

  • Maria

    Olá,

    Meu gato nao tem interesse nenhum em brincar, ja comprei varios tipos diferentes de brinquedo, chamo a atençao dele para os brinquedos, mas ele nem dá bola, só quer saber de dormir o dia inteiro e passa a noite toda acordado, andando pela casa toda e miando sem parar. Moro em apartamento e tenho medo dos vizinhos começarem a reclamar, o que faço?

  • Priscila

    Oi, meu nome é Priscila e tenho um gato de quase 8 anos. Ele é criado dentro de casa, so sai ni quintal qnd estou por perto e sempre foi o centro da atenção da casa, a 2 anos quando minha filha nasceu ele mudou muito, na verdade a casa toda mudou muito e o comportamento dele tbm, ja fez xixi fora do lugar, ja arranhou todo o colchao da bebe, e anda miando muito e as vezes me morde ou me arranha sem motivos. Nos ultimos dias foi viajar e deixei ele aos cuidados da minha cunhada, ela falou que ele se comportou muito bem e foi bem carinhoso, apenas demonstrava saudades. Mas ontem quando cheguei de viagem ele estava super agressivo, de inicio ficou super feliz veio no colo e tudo mais mas na hora de dormir, cerca de 1:30 depois que cheguei em casa ele mudou, começou a miar e a morder meus pes e pernas e tentou por varias veses pular no meu rosto e braços. O meu problema é que ele fica agressivo e me da medo dos seus botes. O que posso fazer se isso continuar por muitos dias, já que pelo meu marido o gato tinha ido pra rua ontem a noite mesmo?

  • Joanna AAzevedo

    Minha preocupação nem é com os meus gatinhos, é com um gato que resgatei da Rua faz alguns meses e meu noivo deu pro primo dele. Onde ele mora é tipo uma vila com várias casas um quintal enooorme e um morro ainda maior cheio de natureza, com muitos e muitos outros gatos (muitos mesmo parece o paraíso!!). Mas o Alone mia muito.
    Quando encontrei ele na rua ele miava estridentemente, tanto que nem parecia miado de gato. Ele ficou no canteiro flores na frente do shopping por muitas horas até que percebi que aquele barulho era um gato. Era umas 4h quando passei ali e ouvi o barulho e eram 10h quando tirei o gatinho lá. Ele parecia ter uns dois meses e miava demais. Era agressivo e estava com medo.
    Depois com o tempo ele perdeu a agressividade, mas o miado ficou. Dizem que ele passa o dia inteiro miando ate qnd está sozinho, mas quando ele vê meu noivo ou a mim ele mia ainda mais alto e não para um segundo sequer. Isso me preocupa..
    .

  • Ana

    Ola Luisa! Eu teho uma gata e ela nao para de miar e não só!
    Ela anda com as patas traseiras mais embaixo don que o normal!
    Estou seriamente preocupada o que devo fazer»

    • Stefanie

      é cio!

  • Nayara

    Olá, eu tinha uma gata e 4 filhotes dela, a gata miava muito e estava sempre em cima da pia comendo tudo, dai nós doamos as duas fêmeas filhotes e a mãe foi doada com um machinho, ficamos com um. Ele já ta com 5 meses, mas não para de miar, acho que foi por causa da separação. Não sei o que fazer, tenho medo que ele cresça e continue a miar assim, fique mimado demais e isso é muito chato. Obrigada!

  • Débora

    Olá, eu Dotei um gato preto de 6 meses, ele veio de um lar temporário, que era uma casa, lá ele vivia com mais de 20 animais, entre gatis, cachorros e um pato. Eu moro em apartamento e desde de que ele veio ele aceitou bem, brinca, come! Aprendeu a usar a caixinha de área, no entanto ele segue as pessoas, qualquer lugar que vá, banheiro, cozinha, etc, muando. É um miado harmonioso, não é alto e produz uns sons com a garganta também, o que faz parecer um pombo.
    Quando você volta para onde estava ele para. Eu não achei em nenhum lugar falando sobre esse comportamento em específico e gostaria decsaber se alguém sabe me ajudar.
    Obrigada.

    • Érica

      A nossa gatinha não mia mto, mas conversa e às x faz esse arrulho, tipo barulho de pombo e da um pulinho. Se passo a mão na cabecilha dela e digo oi, ela sai correndo p/ arranhados e arranha e arranha. Me dá a impressão de ela estar dizendo oi e manifestar q está mtoooo feliz.

    • Milena

      O som que parece pombo é normal, a minha faz isso o tempo todo, eu costumo brincar que é o gritinho de guerra dela. Ela o faz quando toma susto, quando está brincando de caçar e quando tá resmungando também. Acho que é só o modo de se comunicar mesmo… Quanto a seguir pela casa, a minha me segue pela casa também. Não toda hora, mas uma boa parte das vezes. Acho que ela só gosta de estar onde estou mesmo, gatos são seres sociais, e se você passa parte de seu dia fora, ela vai acabar fazendo isso pra compensar a solidão e ansiedade mesmo…

  • Lucas

    Olá Luisa! Tenho dois gatinhos de 7 meses e um deles adora miar loucamente sem motivo. É sem motivo mesmo, pois a gente espia e ele tá lá feliz, brincando, de repente começa a miar para o mundo. Aí ele para, e mais tarde faz a mesma coisa. Fiquei curioso sobre esses “emissores de barulho ultrassônico” que vc citou no texto. Tem algum que vc recomenda?

  • lua

    Meu gatinho fica o dia todo sozinho, quando eu chego a noite ele conversa comigo e pede carinho. Ele foi adotado a menos de um mês e já ronrona e baba de tanta alegria quando ganha carinho. O problema é que ele não sabe brincar com brinquedos e fica a noite toda miando para me acordar. No começo eu ia atrás com medo que algo tivesse acontecido a ele. Hoje, não nem me levanto, mas ele continua miando e desbravando a casa. O que devo fazer para ele aprender a brincar com brinquedos a tarde e ficar mais relaxado ao fim do dia?

  • Bernardo

    Oi!

    A minha gata é castrada, obediente, muito meiga e adora brincar (toda hora ela quer). Ela é louca pela minha esposa e só fica atrás dela (segue pela casa e fica onde ela está. Não aceita quando fechamos a porta do banheiro e faz questão de ficar lá quando tomamos banho. Eu deixo ela ficar,mas a minha esposa não. Aí, é aquele escândalo, mas ela se mantem firme porque não quer que a gatinha fique muito dependente). Até aí, tudo bem porque nesses horários ninguém fica bravo com um bichinho miando. O problema mesmo é que eu vou cedo para o trabalho e a minha esposa não levanta tão cedo, mas é eu sair (06:00) e a gata começa a miar feito louca até acordá-la. Ela mia desesperadamente e deixa a minha esposa nervosa – por ser acordada, por ter medo de alguém pensar que maltratamos a gata e, claro, por receio de incomodar os vizinhos neste horário pq moramos em apartamento. Ela também mia muito lá pelas 14:00, 15:00… A minha esposa tenta ignorar (ela é psicóloga e falou mesmo desse esquema de reforçamento de comportamento que ela acha que é minha culpa porque faço todas a vontades da gata e eu admito que possa ter uma certa responsabilidade aí), mas a gatinha não para. Tem hora que parece que ela faz para irritar mesmo porque, nas raras vezes, que a minha esposa acaba respondendo – geralmente por causa do horário -, ela continua miando. Aí, passa um pouco… ela para. Outra coisa: se a minha esposa faz algum barulho na escada para assustá-la (porque ela mia na escada – o lugar que dá mais eco), a danadinha desce e continua miando no andar de baixo.Ela é muito esperta e não tem medo de água porque toma banho dede novinha. A gata é saudável e tem 6 anos. Só come ração royal canin (a vasilha sempre tem ração. Então, penso que ela está bem nutrida), sempre tem água fresca e caixinha de areia limpa. Não sai de casa de jeito nenhum. Nos finais de semana, de manhã, ela não fica satisfeita em ficar só comigo. Faz de tudo para acordar a minha esposa – desde miar a fazer bagunça. Eu tenho que pegar a gatinha e ir para a sala de tv. Aí, fecho a porta e fico enrolando-a. E nem sempre funciona. Já viu algo assim? Será que essa fofura tem jeito? Parece que ela endeusa a minha esposa até come e dorme nos mesmos horários que ela. Isso é comum? Obrigado pela atenção!

  • Érica

    Gente! Vou tentar de verdade! Ta impossível aqui em casa, são dois e a miaçao não pára! Eles começaram com isso do nada. Agora o macho nso consegue parar! Ele mia até bocejando. Pela manhã qndo vamos trabalhar piora mto pq ele, além de não parar de perseguir a gente implorando por alguma coisa passa hras gritando!

  • Érica

    Não sei como não fica rouco… Meu companheiro às x prende ele no quarto de empregada. Acho errado, mas se não fizermos, não dormimos. Para piorar, o macho eh territorialista e agride várias vezes a outra gatinha (eles são irmão e foram adotados juntos, estamos com eles há 4 anos)

  • Érica

    Mtas vezes ele eh preso do lado de fora do nosso quarto para q ela possa interagir com a gente… Ele espreita as entradas p/ q a fêmea não entre( ah sim! Eles são castrados). As x acho q ele eh mto mimado ( na ONG ele tbm era qndo filhote e ela não). A gente chama ele de playboy dos gatos, pq com a gatinha eh todo valente, grita com a gente em casa, mas qndo chega uma visita sai correndo! Ah sim! Tbm temos plataformas, brinquedos e castelos felinos… O gato tem tudo! Mas quer mais… Só não sei o q…

  • Shirley

    Muitas histórias de maus tratos e de gente despreparada para cuidar de gatos. Fiquei muito triste com alguns relatos. O gato não é autobrincante”

  • Shirley

    A veterinária me falou que nunca se deve deixar linhas, barbantes, novelos, porque os gatos engolem mesmo. NUNCA puxar essa quantidade de fios da boca ou do ânus porque pode romper o intestino do bichinho e causar hemorragia.

  • Lorena

    Olá,adotei um gatinho filhote,e estou tendo dificuldades com ele,ele mia demais sem fazermos nada,ja levei no veterinário,e ele disse que a saúde dele está muito boa para ser alguma dor,não sei mais oque eu faço,dou comida nas horas certa,e estou dando na siringa porque ele ainda não consegue comer comidas duras,oque será que esta acontecendo,por favor me ajude!!!

  • Ana Paula

    Muito boa a matéria e esclareceu muita coisa. Espero conseguir colocar tudo em prática!! 😉

  • João Carlos Luz

    Muito bom gente. Estávamos procurando explicações para esse miado excessivo da gata. Rimos muito. Pois o texto é tudo que está acontecendo. E ainda mais às explicações o quanto e o que pode estar acontecendo.

  • Silvana Hortêncio

    Ola, tenho 2 gatas e miam demaissss, uma é idosa a outra não e só comem Saché,comem q as vezes vomitam, mas só param qndo ganha a comida, oq eu faço?

  • Samara

    Oi, eu adotei uma gatinha bem nova ela mia mt fico c do mas n sei oq fazer pq acabo cv c ela ou do comida .. Fiz errado mas agr ten jeito delaa parar? N posso nem mexer na cama q ela mia e so dorme no meu pescoço …. Me ajuda ates q minha mae some c ela ..

  • Rosely

    O gato da vizinha mia sem parar dia e noite e ninguem em casa consegue dormir. Já conversamos com a vizinha e ela disse que não fará nada. É que o gato antes ficava dentro de casa e agora e colocou ele pra fora porque o marido está doente. O que posso fazer?

  • Géssica

    Olá, me ajuda por favor!
    Minha gata mia demais, da altos berros, até então eu achava que era cio pelo tipo de miado estranho e super alto, mas depois que li este artigo, fiquei em dúvida. Como faço pra saber se é cio ou se é falta de atenção? O miado é o mesmo que quando ela está no cio, mas ela tem esses ataques uma vez por semana ou de quinze em quinze dias e dura uns cinco a sete dias… Como que eu faço pra saber o que é e como resolver? Estava mantendo a coitada a base de calmante para nós e os vizinhos dormir. Obrigada

  • Brenda Marques

    Aa minha gata ee estressante, eu lavando louça tá ela atrás miando.. eu ee água nela pra ela parar kkk.. mas nd adianta, eu parei ee de dar atenção pra ela quando ela começa com essa crise de miados, pelomenos está funcionando um pouco. . Ela vem sobe no meu colo ee fica quietinha kkkk

  • leila

    Ola tenho 5 gatos sendo que o que chegou primeiro implica com o que chegou por ultimo e que ainda e um filhotinho.E o dia todo,noites e nao para a perseguicao o mais velho pega morde no pescoco o que eu devo fazer? Pois perco ate noites de sono pra ficar cuidando do menor

  • Helen Muniz

    Ola,
    Adorei tudo o que acabei de ler.O texto possui muita coisa interessante sobre comportamento e dicas otimas sobre esses bichinhos que amo de paixao: os gatos.
    valeu!!

  • danielly

    nossa sério mt obg agora sei pq meu gato não para de miar ele queria é atençao ele passa o dia namorando e quando volta fica miando
    dai agr sei como controlar só dar a ele carinho e atençao obg de verdade ^^

  • Eva Honório dos Santos

    boa tarde

    eu Eva Honório, amo meus gatos, são meus filhos.Um angorá turco albino de 6 anos, castrado,m está miando muito á noite e de madrugada, e uma gata siamês de 5 meses é elétricael e agitada, não para quieta, . e de uns dois dias para cá a gata vem apresentando diarreia, o que posso fazer, me orientem

  • Eva Honório dos Santos

    boa tarde amigos

    sou eu novamente, eu desejo tudo de bom na vida das pessoas que amam os animais e com amor e carinho cuidam deles, os animais não falam, mas eles conseguem entender o que nós humanos falamos, e retribuem com carinho, encostando em nós, cheirando nossos pés, e nos olham com ternura.
    devemos ter respeito pelos animais, são fiéis amigos que nunca traem seus donos, como fazem os humanos.

  • fernanda

    Ola tudo bem eu adotei uma nova gatinha já grandinha com uns 7 meses, mas tenho mais duas de 9 meses e a outra de 6 meses. Depois que a gatinha chegou aqui em casa, as três se estranham tanto com uma quando com a outra gostaria de saber porque. Sendo que antes da chegada desta nova gatinha elas se davam super bem. Espero sua resposta, obrigada!

  • Ricardo

    Apareceu um gato aqui em casa e ele mia alto e insistentemente e parece estar sempre procurando algo. Alimentamos, acarinhamos, fiz uma cama pra ele num cantinho aconchegante. Mas nada impede ele de procurar, miar e miar. O que pode ser, por favor pode me auxiliar/ajudar. Obrigado.

  • Greice

    Tenho um obeso com esse problema. Ele sempre miou excessivamente, mas era mais ativo antes de ficar obeso. Vou ler os posts sobre obesidade mas é muito difícil lidar com isso pois tenho um outro gato que parece que esquece de comer. Além disso o outro é ligado no 220V, enquanto meu obesinho não quer fazer nada da vida. A vet falou que ele não tem nada, que é só cortar comida e pronto. Ele tá comendo ração light em horários regulados.
    Mas não consigo fazê-lo se exercitar! 🙁 Ele não quer brincar com nada… varinha com pena, laser, aqueles insetinhos que se movem à bateria, bolinha… nada! É completamente imune à catnip. Instalei prateleiras pela casa mas ele também não tá nem aí. Enfim, é muito frustrante. Já tentei até floral com ele. 🙁
    Quanto aos miados, ignoro tanto quanto posso, mas ele tem mania de miar de madrugada, aí não tem jeito pq os vizinhos não podem pagar o pato.

  • Joice

    Tenho dois gatos, um mais tranquilo, o outro toda noite vem mar na porta e arranhar, fiz o q foi ensinado de ignorar pra não incentivar o comportamento, isso já vem há meses e não mudou nada. Ele é um grude e mia pra caramba, o outro é sossegado e eles têm brinquedos e lugar pra subir e brincam bastante entre eles. Ele até cansa e para mas depois de um tempo recomeça.

  • lais Gomes

    Adorei a matéria.
    Gostaria de saber se vcs podem me informar o por que de gatos mamarem o cobertor.hahaha

    Tenho 3 gatas e uma delas que por sinal mia muito e ate colocamos o nome dela de Mia. Rs
    Tem 3 anos, castrada e um cobertor meu e uma blusa minha que por sinal parece o cobertor (estampa de zebra) ela enlouquece quando me vê com um dos dois. Grita e corre pra mamar. E é apenas comigo. Se eles estão em algum lugar ela nem da atenção. Mas quando me vê usando….pira. Hahaha

    Mama igual filhote.

    Nunca souberam me explicar esse comportamento e gostaria de ajuda.

    Obrigado
    Beijao

    • Erika Gonzaga Simões

      Geralmente são gatos q foram desmamados antes da hora. Esse comportamento não tem solução até onde eu já li.

  • Markisa alves

    Também adotei o Jukinha com 3 meses de idade. Com paciência,passei por várias fases do seu desenvolvimento que dão trabalho. Agora cresceu e tem hábitos próprios de um gato adulto.Ás vezes tem carência, mia, corre enrolando tapetes, procuro distraí-lo com brincadeiras. Ele se cansa, vem no meu colo e dorme.

  • Berenice Almeida Alves de Siqueira

    Ola, eu tenho dois Bengal femea, mas so uma tem mania de fazer xixi o sofa da sala. Ja apliquei de tudo no sofa mas nao adianta. Existe algo diferente para repelir essa atitude dela?

    • Erika Gonzaga Simões

      Coloca a liteira em cima do local q ela faz e vai andando com ela a cada semana até o local q vc quer q ela faça.

  • Mel

    Adorei a notícia. Eu só tenho um problema, meu gato não brinca e não seio qur fazer. A casa tem brinquedos de gato tudo. A gente tenta até brincar com aquelas varinhad com penas. Mas ele não dura um minuto na brincadeira. Ainda mais se o irmão chegar, ele dediste. Já tentei até deixar os dois em ambientes separados para brincar com maior, mas ele fica bravo com irmão separado dele.

  • Andressa

    Gostaria de saber se ha algum post a respeito da falta de interesse pelo alimento. Meu gatinho não come quase nunca. Sozinho entao nem pensar!

  • DILIA

    MINHA GATA, MEL, CONVERSA BASTANTE, E EU ADORO ISSO. ELA CONVERSA E ABANA O RABO, COMO SE FALASSE COM ELE. É UMA FOFURA!

  • Kety t

    Olá Luísa!
    Tenho 2 gatos e eles estão borrifando pela casa toda,o q faço p eles pararem de fazer isso?

  • Adriana

    Olá! Meu gato está com 7 meses e de um mês para cá tem um comportamento estranho principalmente de madrugada.Ele dorme na minha cama junto comigo e meu esposo.Todas as madrugadas ele fica miando, chorando, está urinando pela casa toda, ciscando o chão. Levanto e coloco comida para ele, mas percebo que não é fome . Após comer ele volta para o quarto e começa tudo de novo . Não conseguimos mais dormir com o miado e choro . Não sabemos mais o que fazer.Cada dia ele nos acorda mais cedo.Ele sempre começa com esse comportamento por volta das 04:00 da manhã, as vezes as 02:00 da madrugada.O que pode ser? Será o cio?Moramos num duplex em condomínio fechado, ele passa o dia todo trancado, quando estamos em casa o deixamos passear no jardim, um pequeno gramado, depois o colocamos em casa, pois existe movimento de carros.Estou preocupada.Estamos pensando em castrá – lo no próximo mês. Ele nunca cruzou.O que faço?

    • Erika Gonzaga Simões

      Castração é a sua solução. Gato macho chega a puberdade por volta dessa idade. E ele, além de querer sair marca território com urina.

  • Daniela

    Olá! Eu tinha 2 gatos, irmãos, de quase 3 anos. Porém um faleceu quinta-feira (05/11/15) deixando o outro sozinho :/
    No fim de semana fiquei em casa e brinquei bastante com ele. As vezes ele miava um pouco, acho que quando lembrava do irmão. Mas ontem e hoje ele miou muito!
    Estou preocupada… não sei se devo adotar um amiguinho ou se espero isso passar…
    Será que alguém tem algum conselho? Já passaram por isso?
    Obrigada!

  • Patricia

    Tenho um gato com idade de 13 anos de um tempos pra ca comecou a se comportar de modo estranho como se estivesse com medo e miando. Excessivamente as vezes parece ate que tem sede. Alguem poderia me ajudar.

  • Victoria

    Eu preciso muito da sua ajuda! A pouco tempo me mudei de casa, para come se fosse um sítio, e no apartamento anterior, meu gato ficada na sacada com a telinha, mas nessa casa que nos mudamos, as janelas não tem telinha, e tem mais outros dois gatos machos é uma fêmea, só que eles estão sempre soltos, gato de sítio, né? Mas eu to com medo de deixar o meu gato solto, porque ele não para de miar! No cotidiano eu acordo cedo, e vou para a escola, e quem fica em casa, é a minha mãe. E ela não aguenta mais os miados, que são muito fortes. Eu estou morando na Itália, e aqui está frio, quando chega à noite mais ainda, e eu fico com medo de deixar ele solto, e quando chegar a noite ele não voltar. E não sei se ele é astuto, porque sempre esteve dentro de casa, então estou querendo uma ajuda, porque não aguento mais, o meu lema tá virando “Ah, eu vou soltar ele, se ele voltar, bom, se ele não voltar é porque morreu” , eu sei que é horrível mas não tem condição. Ele se chama Abigobaldo, nós o chamamos de Abi. E se ele não souber o caminho de volta? Cê acha que ele sabe voltar? Porque o sítio é enorme…

  • Paloma

    Meu gato tem 2 anos, ele tem tudo pra comer ele já ta muito gordo pois é castrado e come muito.
    Essa semana ele começou com uma mutação e não para, coloco ele no meu quarto e ele fica miando, bate na outra gata. Tambem nao sei se ele ta assim por causa do calor pois ele e peludo e gordo. Sera que. Vc pode me ajudar?

  • Paula

    Tenho um filhote de 4 meses, é uma gata da raça Maine coon. Na noite ela mia muito, as vezes em direção a parede. Ela parece ser muito carente, não sei, pois quer carinho o tempo todo. E quando eu saio de manhã pra trabalhar ela começa a miar mais desesperadamente. O que posso fazer pra, pelo menos, amenizar esta situação. Obs.: eu moro em apartamento e tive reclamação de vizinho pelos miados na noite.

  • Giovanna Carla Papa

    Que bom saber que isso é normal e tem solução!
    Isso está acontecendo com a minha gata. Ela tem 15 anos e nunca teve esse tipo de comportamento até a gente se mudar para um apartamento novo em Dezembro/2015. A partir daí começou o miado sem parar. Normalmente ela pede água (Toma do tanque, então alguém tem que abrir pra ela), então talvez tenhamos criado um costume. Vou usar a técnica de ignorar e ver como vai ser.

  • Giovanna Carla Papa

    Que bom saber que isso é normal e tem solução!
    Isso está acontecendo com a minha gata. Ela tem 15 anos e nunca teve esse tipo de comportamento até a gente se mudar para um apartamento novo em Dezembro/2015. A partir daí começou o miado sem parar. Normalmente ela pede água (Toma do tanque, então alguém tem que abrir pra ela), então talvez tenhamos criado um costume. Vou usar a técnica de ignorar e ver como vai ser.

  • Carla Karoline Gonçalves

    Eu tenho um gato que mia muito pois eu acostumei ele errado, toda vez que ele mia eu coloco ração pra ele comer . Eu quero saber como eu vo punir ele se eu tenho uma vo que mora do lado da minha casa e da ração toda hora? o que fazer enquanto a isso? É o gato mais novo da casa esta indo pro mesmo caminho.

  • David

    Muito bom post, eu tenho 2 gatos e eles estão sempre a miar, muito obrigado pela a ajuda! estive a ler também este artigo: http://www.peritoanimal.com.br/como-fazer-um-gato-parar-de-miar-8214.html, que também tem muito boas informações.

  • Alana Braz

    Olá! Tenho um gato de 5 anos branco e surdo, ele nunca deu trabalho sempre foi calmo brincava com os outros gatos da casa e sozinho. Me mudei pra um novo ape só com ele a 3 anos atrás e a 1 ano adotei outra gatinha pra ele não ficar sozinho, eles não brincam sempre, mas convivem bem. Porém de uma semana pra cá meu gato surdo nao para de miar na porta pra sair. Ele nunca saiu de casa, por ser surdo morRo de medo de deixar ele dar uma volta. Levei ele pro estacionamento do prédio e lá ele se esfregou cheirou as plantas andou e andou. A minha gata está no cio (ainda não castrei, mas ela não sai de casa) e tá dando menos trabalho que ele que não para de miar. Eu pensei que esse comportamento novo pode ser pq a gata está no cio e ele por ser castrado e não entender ficou meio ansioso e quer sair. Será isso? Ou ele só está com uma vontade repentina de se aventurar? Me ajudem por favor.

  • Rayane Abdul

    Eu tenho um gato amarelo com Branco chamado Lúcio, ele tem 2 anos e pouco e tem um comportamento meio estranho. Todos os dias durante a madrugada ele mia muito, seus miados são muito escandalosos, parece que ele está desesperado, mas não é nada, pelo menos não consigo ver. Ele sempre mia olhando pra o telhado e fica indo pro quarto da minha mãe e voltando pra o meu, sempre penso que ele quer dar uma volta e deixo ele sair, mas ele fica miando lá fora também. Enfim, ele passa a madrugada toda assim. o que eu faço?
    Ahh… isso tem época, agora ele está passando por isso de novo, mas tem época que ele para e fica tranquilo. Agradeço a ajuda por que tá difícil dormir. XD

  • Ana Clara Paladino

    Gente boa noite! Meu gato começou a miar muito mas não é fome nem dor. O estranho é que os gatos da rua começaram a miar muito também. Meu gato nunca agiu assim antes. O que pode ser?

  • Thamwska Binda

    Eu adotei um gato tem dois dias!!
    Ela não para e miar. Se ela fica sozinho ele mia, se ele fica comigo ou com alguém aqui em casa ele mais. São 7 da manhã e eu acordei mais e um tanta o de vezes !!
    Olha que eu coloquei para dormir comigo para ele não miar ele dormiu mais quando acordou miouuuuuuu!
    Eu to achando que e falta do outro gatinho que estava com ela.. sera ??

  • Roxy

    Mas e agora, ele tá bem?