Uma menina de 5 anos da idade de Burnopfield, Inglaterra, escreveu uma carta para as autoridades policiais de sua cidade perguntando por que eles não colocavam gatos policiais para auxiliar no combate ao crime.
Conheça Eliza Adamson-Hopper e seus amados irmãos canino e felino: Susie e Mittens, que foram a inspiração para a ideia da menina.

el6

“Tudo isso começou com Eliza nos questionando sobre por que a polícia não tem gatos policiais, apenas cachorros, e ela estava tão empolgada com a ideia, achando que era algo tão genial, que resolvemos deixar que escrevesse uma carta para eles, mas nunca achamos que responderiam”, conta Cheryl, a mãe de Eliza.

A menina tinha bons argumentos sobre o porque da polícia precisar incluir gatos policiais. “Um gato policial seria muito útil pois eles têm bons ouvidos e ouviriam os chamados de socorro de longe”, Eliza escreveu na carta, “Gatos são bons em encontrar o caminho de casa e poderiam guiar os policiais humanos, mostrar o caminho. Gatos também são bons em subir em árvores e caçar, e poderiam resgatar pessoas que estivessem presas. Meu gato é amigo do meu cachorro, e acho que os gatos policiais poderiam ser amigos dos cachorros policiais também.”
Eliza ainda desenhou um policial junto a um cachorro e um gato policial, para ilustrar sua ideia.
A família enviou a carta de Eliza, mas sem esperar que fosse respondida.
Até que, um belo dia, Eliza recebeu sua tão esperada resposta do departamento de polícia.
O policial Barton escreveu: “Querida Eliza, obrigado pela sua carta sugerindo que gatos poderiam ser bons policiais assim como cães. Eu vou passar a ideia para meu chefe, encarregado dos Cães policiais, para que ele pense na ideia. Eu sempre gostei de gatos e desenhei meu gato Joey atrás dessa carta (apesar de não ser um bom desenhista). Obrigado!”

Não é preciso dizer que Eliza ficou toda boba, né?

el7

 

el5

el4

el3

el2

el1

Avalie essa notícia:

RuimRegularBomÓtimoExcelente
Loading...
  • Niva

    Que lindinha ?