Querido diário,

Venho há alguns dias observando determinados comportamentos dos humanos que são bastante esquisitos. Resolvi então vir aqui contar pra você meus achados científicos.

A primeira característica que chama atenção é o jeito como eles mudam a voz para falar com a gente. Não é curioso que entre eles a fala seja em tons normais e, quando eles querem falar com a gente, a voz fica aguda e um pouco bobona? Por que será isso, querido diário?

gato leitor

Depois, tem o jeito estranho de fechar a porta quando vão ao banheiro. Nos raros momentos em que a porta fica aberta, tento ver de perto o que acontece e por que é que a porta, na maioria das vezes, tem de estar fechada. Eles ficam muito bravos e me expulsam quando consigo entrar sorrateiramente. Curioso isso, não acha, diário? O que será que eles fazem de tão secreto?

 

Humanos também gostam muito de papéis, dão uma importância tremenda para eles. Especialmente aqueles papéis coloridos com figuras de animais que eles chamam de dinheiro. Outro dia desses, tentei brincar com um, aquele que tem uma onça, sabe? Não vi muita graça, confesso e, antes que pudesse terminar de rasgar o papel com as minhas garras e presas, mamãe veio correndo, gritou desesperada e tomou de mim o brinquedo sem graça que eles tanto amam. Não é nem comestível, nem se pode brincar… Não entendo muito o interesse, mais um mistério do comportamento humano.

meu diario

Agora, diário, se tem uma coisa que eu realmente fico encucada com o comportamento dos humanos é a quantidade de vezes que eles abrem aquela máquina que solta ventinho gelado. Tem muita comida ali e isso é interessante, eu mesma gostaria de ir lá de vez em quando. Mas o que é curioso é que, às vezes, principalmente quando estão entediados, os humanos abrem a tal máquina, olham pra ela por alguns segundos e a fecham, sem fazer nada, sem pegar nada. Por que será que eles fazem isso?

 

Embora não tenha conseguido nenhuma resposta para as minhas dúvidas sobre o comportamento humano, vou continuar observando e conto pra você, diário. Vamos juntos desvendar os mistérios deste ser tão interessante e que, apesar das esquisitices, eu amo tanto! <3

 

Outras aventuras e pensamentos da Aurorinha: Diário da Aurorinha dia 1: o presente indesejado e Diário da Aurorinha dia 2: um breve desabafo.

Avalie essa notícia:

RuimRegularBomÓtimoExcelente
Loading...