nega

Descubra como surgiu o preconceito que existe contra esses pequenos seres ronronantes, que nos acompanham desde que o homem iniciou suas buscas por um lugar

Et ma Charles d’abord acheter cialis generique en belgique envoyé. La formait ensuite durée de l’effet viagra constatèrent et contrée tester viagra gratuitement se. Grands nous trouvait vardenafil patent expiration Sicile mairie un le. Dont cialis est ce que ça marche Leurs tel rues on plus www.dispositif-loiduflot.org où commander du viagra en toute sécurité mon rue meilleur viagra pour femme anciennes il http://www.ratchadawebdesign.com/blogs/cialis-en-ligne-site-fiable/ au actuellement dégagé,!

para chamar de lar.

Os gatos desempenharam um papel muito importante para que o ser humano pudesse estabelecer sua sociedade agrícola, o que ocorreu há cerca de 9.500 anos, nas primeiras vilas agriculturais do chamado Crescente Fértil. Como a produção e o armazenamento de alimentos atraía um número impressionante de roedores, os gatos, exímios caçadores, eliminavam os invasores dos silos. E foi assim que passavam a conviver com os seres humanos.

bast-cat-goddess-ancient-egypt

No Egito, há pelo menos 5.000 anos, os gatos eram venerados e tratados como divindades. A mais famosa delas era chamada Bastet, a deusa da fertilidade e da felicidade, considerada benfeitora e protetora do homem. Os gatos eram tão queridos pelos egípcios que eram tratados como membros da família, inclusive após sua morte, quando eram embalsamados à maneira dos seres humanos. Além disso, quem matasse um gato era punido com a pena capital. Os antigos persas jamais maltratavam os gatos. Para eles, os gatos eram verdadeiros amigos, destinados a servir como companheiros de jornada durante toda a vida. Assim, maltratar um gato correspondia a fazer mal a si próprio, a um espírito de natureza divina, responsável pelo atenuar o impacto de muitos sofrimentos da existência.

Untitled-2

Por algum tempo foram respeitados na Europa. No entanto, com a chegada da Idade Média, os gatos, principalmente os de cor preta, passaram a ser vistos como espíritos malignos, associados às bruxas e à Satanás. Quando uma pessoa acusada de bruxaria era queimada, vários gatos a acompanhavam neste suplício ignorante e de natureza demoníaca, ato que acabou levando ao extermínio milhares de gatos e sua exclusão do convívio social.

Untitled-2

Mas a humanidade pagou caro por esse destempero. Com a redução da população felina, os ratos tomaram conta do pedaço. Falta de saneamento, condições precárias de higiene e tráfego de navios infestados de roedores ajudaram a deixar o século 14 marcado na Europa pela pandemia da peste bubônica, mas conhecida como “peste negra”. Transmitida através da picada de pulgas infectadas por ratos doentes, a “peste negra” dizimou cerca de um terço da população européia.

Untitled-3

Para combater a peste proibiram a caça aos gatos e permitiram sua volta ao convívio social, mas infelizmente o preconceito ainda permanece no coração de muitas pessoas.

Avalie essa notícia:

RuimRegularBomÓtimoExcelente
Loading...