CHOCOLATE

Ah, a Páscoa. Três diazinhos regados a muito descanso e boa comida. Hora de dar uma pausa e se esbanjar de chocolate. Não é?!


Só tem um problema: isso é só para nós, humanos. Infelizmente, nossos filhos peludos têm que ficar de fora desse banquete, e sabem por quê? Chocolate é tóxico para eles!

cat

O chocolate é feito a partir da amêndoa torrada do cacau, que possui inúmeras substâncias. Entre elas, há duas que cães e gatos não toleram: a cafeína, e a teobromina. Quanto mais puro for o chocolate, mais cafeína e teobromina ele tem. Isso significa que chocolates meio-amargo, 70% e 90% cacau, são mais perigosos do que os ao leite e os brancos, que contêm mais gordura e menos cacau.

dog

Mas não se iludam: independente da quantidade de cacau, é necessário pouquíssimo chocolate para intoxicar seu gato ou cachorro! Um animal pequeno, de 2kg, por exemplo, precisa só de 50g de chocolate meio amargo para sofrer as consequências. Cinquenta gramas! Gente, é muito pouco, isso não mata a minha vontade de chocolate de jeito nenhum. =(

A intoxicação de cães e gatos por chocolate é grave. É uma emergência veterinária, pois o animal corre risco de vida. Aquele pequenininho de 2kg ali pode morrer se comer muito chocolate. E a pior parte é que ele não precisa comer tudo de uma vez. A teobromina, principal responsável pelos danos, permanece no organismo deles por até 6 dias! Isso significa que se eles comerem um pouquinho hoje, um pouquinho amanhã, e um pouquinho depois, eles ainda podem, sim, se intoxicar.

Canine Patient in Hospital Room

Os sintomas aparecem, em média, de 6 a 12 horas após a ingestão, e podem ser um ou mais desses:

  • Beber muita água, e consequentemente fazer muito xixi;
  • Agitação;
  • Vômito e/ou diarréia;
  • Respiração ofegante e coração disparado;
  • Tremores e/ou tonturas;
  • Convulsões, e até coma.

cat hosp

O tratamento é complicado, pois não há antídotos, então tratamos apenas os sintomas. Isso é muito frustrante, porque fazemos o possível, e muitas vezes o resultado ainda é o pior, já que também depende da resposta individual de cada paciente. Portanto, a melhor maneira e combater a intoxicação por chocolate, é não oferecendo, de maneira nenhuma, chocolate aos nossos pets. Se acontecer deles comerem sem permissão, ligue ou leve-os imediatamente para o seu veterinário de confiança.

Hoje em dia, há empresas que produzem chocolate especialmente para eles. Esses, sim, estão liberados! Mas com uma condição: lembre que são petiscos, e devem ser oferecidos em quantidades pequenas. Não queremos causar obesidade, certo?

E outra: é bom que sobra mais pra gente!

girleating chocolate

 M.V. Luísa Navarro

Dúvidas ou sugestões? Deixe um comentário ou escreva para luisa@catclub.com.br

 

Avalie essa notícia:

RuimRegularBomÓtimoExcelente
Loading...
  • Lisete

    Very,very good…thank you,you’re welcome.