Aqui no Cat Club, fazemos sempre um check up anual nos nossos gatos, Tyler, Marla e Jojo.
Esse ano, a Purina Cat Show deu o check-up de presente pra eles, e fomos até a clínica Gatos e Gatos, em Botafogo (RJ), onde fomos atendidos com muito amor pela veterinária Bruna, para realizar os exames, que incluíam: Hemograma, Função hepática, Função renal e Urinálise. Por isso, resolvemos fazer esse post contando um pouco sobre a importância do check-up anual para os gatos, e como eles podem prevenir muitas doenças bem antes delas começarem a se manifestar.
Com os nossos gatos, felizmente está tudo certo! E com os seus? Que tal levá-lo para um check-up também?
Mas antes, assista o vídeo que fizemos mostrando um pouquinho de como foi o nosso check-up, e depois vamos tirar algumas dúvidas!

Por que fazer um check-up anual?
Primeiramente, para checar se está tudo bem com o seu gatinho. Através dos exames, o veterinário será capaz de detectar qualquer alteração na saúde do gato, e investigar as causas. Assim, doenças podem ser detectadas no início ou antes mesmo de se manifestarem, o que ajuda, e muito, nas chances de cura!

Todo gato precisa fazer o check-up?
Sim, o ideal é que seja feito anualmente.

Quais exames são feitos no check-up?
Primeiramente, é feito um exame físico, onde o veterinário irá pesar, tocar, apalpar e sentir o gato, verificando se não há nada de anormal em seu corpo. Ele examinará a boca do gato, para verificar a existência de tártaro ou sinais de problemas orais, observará os olhos, nariz e orelhas, verificará a temperatura e também escutará seus batimentos cardíacos. Feito tudo isso, é feito então um hemograma (exame de sangue) completo, com análise da Função Hepática, Renal, além da contagem de glóbulos vermelhos e  brancos.
Depois de tudo isso, com os resultados em mãos, o veterinário decidirá se será necessário pedir mais exames, como o de urina, de fezes, ecocardiograma, ultrassonografia, raios-x, Fiv e Felv, etc.

Qual a importância do check-up?
Somente com o check-up você poderá tomar as providências necessárias para que problemas futuros não cheguem a aparecer.
Caso seu gato tenha tártaro nos dentes, por exemplo, o veterinário poderá sugerir uma limpeza, o que fará com que o problema não piore cada vez mais e chegue em um nível em que seja mais difícil tratar.
E assim é com qualquer outro problema! A melhor forma de tratamento é a prevenção! O quanto antes você descobrir qualquer sinal de problema que seu gato possa vir a ter, maiores as chances de cura!
Algumas raças, como os persas, por exemplo, têm predisposição genética a alguns tipos de problema, como doenças renais. Por isso, com os exames certos, pode-se tratar o problema bem antes dele aparecer, a fim de evitá-lo ou retardá-lo o máximo possível.

Onde fazer um check-up?
Qualquer clínica veterinária pode realizar o check-up, procure uma de confiança e se informe sobre os procedimentos. Algumas, inclusive, já oferecem o pacote completo do check-up com algum desconto.

Preciso ter mais algum cuidado anualmente além do check-up?
Sim! As vacinas do seu gato também precisam ser renovadas anualmente, além da vermifugação (remédio de verme), que normalmente é administrada de 6 em 6 meses (o que varia de acordo com o medicamento, consulte seu veterinário para o tratamento adequado ao seu gato).
Cortar as unhas é muito importante também, pois as unhas do gato podem crescer tanto a ponto de encravar na carne da patinha, o que gera muito desconforto e dor, além de correr o risco de infeccionar.
Também é preciso ficar de olho caso apareçam pulgas ou carrapatos, para que também sejam eliminados através de medicamentos receitados pelo veterinário.

Lembre-se sempre: Um pet é como um filho, e quando adotamos um, é nossa responsabilidade mantê-lo saudável e feliz.
Quem ama, cuida! 🙂

Avalie essa notícia:

RuimRegularBomÓtimoExcelente
Loading...